Segunda-Feira, 01 de Maio de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Criação de empregos formais em 2013 teve o pior resultado em 10 anos

A indústria de transformação aparece em segundo lugar, com 126.359 trabalhadores contratados com carteira assinada

Criação de empregos com carteira assinada fecha 2013 com o pior resultado em 10 anos. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados mostram que de janeiro a dezembro foram criadas um milhão e 110 mil vagas, o pior resultado desde 2003. 


Na comparação com 2012, houve uma queda de 14,1%. Naquele ano, foram gerados 1,3 milhão postos. O Ministério do Trabalho diz que a queda na geração de vagas ocorreu por causa do menor crescimento do Produto Interno Bruto. Isso porque a criação de empregos formais é proporcional ao crescimento do PIB.


Economistas acreditam que a baixa também é influenciada pela crise financeira internacional. O levantamento aponta ainda que o setor de serviços liderou a criação de empregos formais no ano passado, com 546.917 postos abertos. A indústria de transformação aparece em segundo lugar, com 126.359 trabalhadores contratados com carteira assinada.


O destaque entre as regiões que mais criaram vagas formais ficou com o Sudeste, com 476.495 postos abertos no ano passado. Depois aparecem o Sul, seguido por Centro-Oeste, Nordeste e Norte. 

Fonte: Rádio 2
Data Postagem: 22/01/2014
PUBLICIDADE