Segunda-Feira, 24 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Construtora da Arena Corinthians cobra empresa alemã por mortes em acidente com guindaste

De acordo com a Odebrecht, a caixa-preta do guindaste não teria armazenado nenhum registro, impossibilitando uma solução do caso

O acidente na Arena Corinthians que matou dois operários em 27 de novembro do ano passado ainda não foi solucionado. Nesta terça-feira (28), a Odebrecht, construtora responsável pela obra, soltou um comunicado oficial exigindo que a empresa alemã Liebherr, fabricante do guindaste da tragédia, preste esclarecimentos sobre o ocorrido. 


De acordo com a Odebrecht, a caixa-preta do guindaste não teria armazenado nenhum registro, impossibilitando uma solução do caso.


— Causa-nos profunda estranheza e perplexidade essa alegação, uma vez que tais registros poderiam esclarecer se houve eventual erro humano, e/ou eventual falha do equipamento e/ou eventual anomalia no comportamento do solo naquela operação de içamento da última peça da cobertura do estádio.


O acidente danificou parte da fachada leste do estádio e vitimou o motorista Fábio Luiz Pereira, de 42 anos, e o montador Ronaldo Oliveira dos Santos, de 44 anos. O estádio, localizado em Itaquera, zona leste de São Paulo (SP) tem inauguração prevista para abril e irá receber o jogo de abertura da Copa do Mundo, entre Brasil e Croácia.

Fonte: G1
Data Postagem: 29/01/2014
PUBLICIDADE