Sexta-Feira, 28 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Corinthians ofereceu Pato para vários times, antes de acertar com São Paulo

O presidente Mario Gobbi reconheceu isso, em tom meio de brincadeira, mas meio a sério, no saguão do Pacaembu, antes da derrota contra o Bragantino

Mandar Alexandre Pato para o São Paulo não era unanimidade no Corinthians. Mesmo quando o contrato do acordo começou a ser redigido, na última segunda-feira, havia o temor. E se o atacante começasse a jogar bem pelo rival?


O presidente Mario Gobbi reconheceu isso, em tom meio de brincadeira, mas meio a sério, no saguão do Pacaembu, antes da derrota contra o Bragantino.


"Pode ser que o Pato jogue bem no São Paulo? É possível. É um risco", observou.


Risco que a diretoria decidiu correr, de acordo com informações apuradas pela Folha, por dois motivos. A constatação de que não havia mais espaço para o atacante no clube. E porque o São Paulo foi a única alternativa concreta de negociação.


O Corinthians tentou emprestar ou vender Alexandre Pato para vários times do futebol brasileiro e do exterior. A Juventus, da Itália, se mostrou disposta a fazer negócio. Mas queria o empréstimo gratuito por apenas quatro meses. O período foi considerado muito curto no Parque São Jorge. O atacante foi oferecido a Cruzeiro e Atlético-MG. Não houve interesse.


A proposta do São Paulo agradou.


Por causa do temor de que Pato seja sucesso no Morumbi, Gobbi insistiu por uma cláusula contratual de que Pato pode ser vendido pelo Corinthians durante a permanência no São Paulo, caso apareça oferta de equipe europeia.


"Entendemos que, em função das circunstâncias, abriu a possibilidade de contarmos com o Jadson na armação da equipe. O Pato concordou e por isso estamos encarando a negociação dessa forma e vamos começar [a planejar] quando pudermos contar com o Jadson", explicou Mano Menezes.


Até o treinador concordou que o melhor era a saída de Alexandre Pato. A gota d'água foi a invasão do CT por torcedores organizados. Armados com paus, bambus e estiletes, eles procuraram pelo jogador no local.


Mas, desde o ano passado, o consenso no clube é que, se aparecesse uma proposta que pelo menos ajudasse a recuperar boa parte dos R$ 40 milhões pagos pelo Corinthians ao Milan, da Itália, seria possível negociá-lo.


De acordo com o site do Corinthians, Alexandre Pato fez 17 gols em 63 partidas.

Fonte: Folha de S. Paulo
Data Postagem: 06/02/2014
PUBLICIDADE