Domingo, 23 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Produtores ameaçam fechar usina por falta de pagamento

De acordo com a Navicana, Associação criada em meados deste ano, e que agrega 32 produtores

Cansados de promessas não cumpridas e acumulando uma dívida que no geral aproxima dos 20 milhões de reais, fornecedores de cana da Infinity Usina de Açúcar em Naviraí, prometem um protesto mais contundente para alertar para a crise. A indústria que já foi orgulho do município, funcionando através de uma cooperativa (Coopernavi) por quase duas décadas, se transformou em pesadelo para produtores e arrendatários a partir da venda no ano de 2006.


De acordo com a Navicana, Associação criada em meados deste ano, e que agrega 32 produtores, até mesmo o compromisso definido pela justiça, por ocasião da recuperação judicial, não vem sendo cumprido. “Estamos cansados de negociar” diz o presidente da Associação José Silvestrin, informando que a cada negociação, realizam o primeiro pagamento depois não cumprem o acordado.


A Infinity é administrada pelo Grupo Bertim e recebe atualmente cerca de 2 milhões de toneladas de cana por safra. De acordo com Silvestrin 30% da matéria prima é proveniente de produtores e outros 70% de terras arrendadas. Nestes 8 anos, a inadimplência atingiu tanto quem produz e comercializa a cana como quem aluga as terras e não vem recebendo pelo arrendamento. “O prejuízo é para todos” argumenta José Ângelo Santi, um dos associados da Navicana, uma vez que o calote ocorre contra os produtores e arrendatários locais, sendo um dinheiro que deixa de circular em Naviraí. “Perdemos nós que temos a matéria prima e o estado que não arrecada” reforça.


Apesar da inadimplência os usineiros têm industrializado e comercializado normalmente a produção. “Vamos nos próximos dias fechar a usina e trancar a BR 163 em um protesto” prometem os produtores. Eles garantem que não pensam em causar transtornos a ninguém, mas a situação está insustentável.

Fonte: Portal do MS
Data Postagem: 22/11/2013
PUBLICIDADE