Quarta-Feira, 26 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Com 17 pontos, Naviraiense chega à pontuação que garante vaga na próxima fase

Com 17 pontos, os torcedores do Jacaré do Conesul podem também respirar tranquilos que, pelo menos virtualmente, o time já está classificado para a próxima fase

Nove rodadas desta primeira fase do Campeonato Estadual já aconteceram e, com os resultados desta última, o Naviraiense garantiu a liderança isolada do Grupo B e ainda a melhor campanha entre os 14 participantes. Com 17 pontos, os torcedores do Jacaré do Conesul podem também respirar tranquilos que, pelo menos virtualmente, o time já está classificado para a próxima fase.


Pelo menos é o que mostra o retrospecto da competição. Nas últimas duas edições disputadas neste formato e mesmo número de participantes, todos os clubes que chegaram à essa pontuação, avançou, só que sempre no Grupo A. No B, composto por Naviraiense, Águia Negra, Ivinhema, Itaporã, Sete de Dourados, Urso e agora Ubiratan, a briga é um pouco mais complicada e pode ser preciso um ponto a mais.


2012 e 2013


No ano em que o Águia Negra conquistou seu segundo título estadual, a primeira fase terminou com um time classificado neste limiar. Com 17 pontos no Grupo A, o Misto de Três Lagoas ficou com a quarta vaga, enquanto no B, Sete e Naviraiense avançaram nas terceira e quarta colocações, respectivamente, com 19 pontos.


O campeonato seguinte, conquistado pelo Cene, dois times, mais uma vez no Grupo A, se garantiram com 17 pontos. Novoperário e Misto ficaram com as vagas, com vantagem para o time da Capital no saldo de gols. No Grupo B, Itaporã e Sete de Dourados, nesta ordem, fizeram 18 pontos para se classificarem.


Degola


Nos últimos dois anos, apenas os lanternas de cada chave cairam para a segunda divisão, ao contrário deste ano, em que os dois últimos serão rebaixados, em um total de quatro times. Em 2012, o MS Saad, com sete pontos no A e Colorado com oito no B, cairam. Mas Comercial com 12 e Urso com 10 também poderiam seriam rebaixados se o regulamento fosse o atual. Já em 2013, SERC com nove e Corumbaense com apenas seis foram os rebaixados, com Comercial, Maracaju e Urso, todos com 12, correndo risco.


Assim, se levarmos em conta esses números, Comercial, Misto, Aquidauanense e Maracaju, todos do Grupo A, e Itaporã, Sete e Urso, do B, precisam, pelo menos atingir a marca de 12 ou 13 pontos para se garantirem na elite em 2015.

Fonte: Gazeta MS
Data Postagem: 21/02/2014
PUBLICIDADE