Segunda-Feira, 24 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

'Não há motivos para me estressar': Felipão elogia clima da preparação

Técnico compara período pré-Copa no Brasil com sua primeira passagem e diz: ‘Nós vínhamos de um inferno em 2001. Nada dava certo’
Felipão admitiu estar mais calmo (Foto: Jefferson Bernardes / Vipcomm)

Entre uma bufada e outra, Felipão arranca algumas gargalhadas. Virou rotina até. Nas coletivas do técnico da seleção brasileira, há sempre espaço para uma piada. Mas quando o assunto é sério, o pentacampeão continua o mesmo: rigoroso. O fato, porém, é que Scolari está mais leve, mais sereno. Resultado da experiência.
 
Seguro de que a seleção brasileira está pronta para fazer uma excelente Copa do Mundo – muitas vezes ele afirma categoricamente que o Brasil vai ser campeão -, Felipão admitiu que realmente está mais calmo. Afirmou também que o motivo disso é que a preparação da Seleção em relação a 2002 está mais tranquila.
 
- Construímos nesse período que estou aqui o nosso ideal de Seleção. Criamos também um sistema de jogo e deu certo. Os atletas se comportam de maneira espetacular, dentro e fora de campo. E há um planejamento todo feito desde janeiro de 2013. Está tudo andando normalmente, não há motivos para me estressar – disse.


Quando assumiu a seleção brasileira pela primeira vez, em 2001, o cenário era completamente outro. O Brasil não estava bem nas eliminatórias, corria o risco de ficar fora do Mundial (algo que jamais ocorreu) e teve campanha pífia na Copa América daquele mesmo ano, sendo eliminado por Honduras. Naquela ocasião, por conta de conflitos internos na Colômbia, alguns jogadores pediram dispensa, preocupados com a segurança no local da competição.
 
- Está mais fácil agora. Na Copa de 2002, nós vínhamos de um inferno em 2001. Nada dava certo. Na Copa América, metade do grupo não foi. Tivemos que correr atrás da classificação nas eliminatórias também. Hoje, eu posso ser cobrado por um ou outro jogador, mas a maioria da minha lista é aprovada – falou Felipão.
 
Nesta quarta-feira, às 14h (de Brasília), contra a África do Sul, no estádio Soccer City, em Joanesburgo, a seleção brasileira faz seu último amistoso antes de convocação final para a Copa do Mundo.

Fonte: G1
Data Postagem: 05/03/2014
PUBLICIDADE