Quinta-Feira, 27 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

H1N1: Vacina contra gripe só estará disponível em abril, saiba como se prevenir

Coordenador Fiocruz explica que vírus está em circulação em todo Brasil

Em Campo Grande, o médico infectologista, Rivaldo Venâncio, disse que o que aconteceu em Corumbá sobre o vírus H1N1 não é um caso para causar alarde. A circulação do vírus é considerada normal, pelos médicos, em todas as épocas do ano. O que varia é a intensidade: maior ou menor. A notícia é que a vacina para a gripe só vai estar disponível nos postos de saúde, a partir do mês de abril. Até lá, informe-se sobre os cuidados, em caráter de prevenção. Afinal, é sempre melhor prevenir que remediar.


O coordenador do laboratório Fiocruz explica que o vírus está em circulação não só em Corumbá e no Estado, mas em todo o Brasil e a morte da aposentada, no interior de Mato Grosso do Sul, não pode ser encarada como motivo de alarde.


“Como acontece com todos os vírus a manutenção, a manutenção desse vírus na natureza é permanente, os casos clínicos vão ocorrendo mês a mês de forma muito pequena, determinados vírus em estações do ano há ocorrências muito grandes que são as epidemias. Isso vale para a dengue que tem concentração grande  no verão devido a chuva e a elevação da temperatura, então o que está acontecendo em Corumbá é esperado, poucos casos ocorrendo em um período que não é de grande intensidade”, diz Rivaldo Venâncio.


Ele explica que a vacina contra o vírus existe e é disponibilizada pelo Ministério da Saúde, mas tem validade por 12 meses, porque a cada novo ano o vírus sofre mutação. Este ano a vacina ainda não esta disponibilizada nos postos de saúde. Enquanto isso alguns cuidados, principalmente com a higienização podem auxiliar na prevenção da gripe.


“A recomendação é que toda e qualquer pessoa que tem alguma manifestação de gripe ao limpar o nariz de preferência com lenço, imediatamente lave as mãos e o rosto com água e sabão, aliás são medidas de higiene que vale para qualquer situação. Se tiver alguma manifestação de febre  ou que possa lembrar gripe ou qualquer outra doença não faça auto medicação e procure imediatamente uma Unidade de Saúde”, finaliza o médico.

Fonte: MS Record
Data Postagem: 15/03/2014
PUBLICIDADE