Sexta-Feira, 28 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Inicio do Projeto “100 COROINHAS NA CATEDRAL” supera expectativas

180 crianças e adolescentes se apresentaram para ser coroinha
Os pais podem colaborar com o projeto rezando, incentivando e acompanhando. (Foto: José Hélio

Com a presença de centenas de pessoas entre pais ou responsáveis, coroinhas em atividade e 180 novos com idades entre 8 e 17 anos, além da equipe de coordenação do ministério de coroinhas, o Major-PM  Everson Antônio Rozeni subcomandante do 12º BPM, o Major Waldemir Moreira Júnior comandante do 6º subgrupamento do Corpo de Bombeiros com sede em Naviraí, e o Pároco da Catedral Padre Alex Messias, aconteceu sábado à tarde, (22/03), no salão paroquial a aula inaugural do PROJETO 100 COROINHAS NA CATEDRAL.


Na ocasião, os coordenadores apresentaram aos pais como será a execução do projeto que começou efetivamente neste dia 22 de março e se prolongará pelos próximos nove sábados quando os 180 inscritos a novos coroinhas juntamente com os mais de 50 já em atuação, receberão uma formação espiritual, litúrgica, disciplinar e cívica através desta parceria firmada entre a Paróquia Catedral, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros.  


O grande objetivo do projeto 100 COROINHAS NA CATEDRAL  é oferecer a formação nas quatro dimensões citadas. A Igreja é formada de diversos serviços e ministérios. Coroinha é um ministério, ou seja, uma doação voluntária a Deus e à Igreja. Para servir a Deus não há idade nem classe social; e desde criança aprende-se na igreja a dimensão do amor ao próximo e à Deus através da catequese e agora através desse projeto 100 COROINHAS. 


Segundo Padre Alex Messias, no projeto a criança ou adolescente vai entender a questão do voluntariado, a questão de compromisso com a comunidade, a questão de um compromisso com Deus. “Não basta a gente falar de Deus, é preciso levá-los a fazer uma experiência com Deus; então todos os encontros iniciarão e terminarão com uma devida espiritualidade” lembrou o Pároco.


O rito de investidura ou formatura dos participantes do projeto será realizado no início de junho. Até lá ocorrerão encontros  todos os sábados, das 14 às 16:30 horas no salão paroquial. Neste tempo de escolinha serão ensinadas noções básicas da Igreja, noções básicas de como ser um bom coroinha dentro e fora da igreja; conhecimentos sobre prevenção de incêndios, pânico, como lidar com acidente doméstico e como agir em situações de emergência. “Essas palestras estarão sendo ministradas através do Corpo de Bombeiros; e a questão disciplinar e cívica com a polícia militar” disse Padre Alex.


Embora muitos dos inscritos a novos coroinhas já sentem vontade de servir o altar, os coordenadores  serão cautelosos.  “Agente acredita que até o rito de investidura pode ser que nem todos concluam a formação; ficarão aqueles que realmente estiverem apaixonados e comprometidos com a comunidade”  acredita Padre Alex.  


Os pais podem colaborar com o projeto rezando, incentivando e acompanhando. Portanto, ‘assiduidade’ é o que deve ter cada um dos candidatos a coroinha. E essa responsabilidade deverá ser partilhada com os pais, que são fundamentais nesse projeto. “Nós estamos querendo ajudar os pais na formação humana e cristã de seus filhos, por isso esperamos essa corresponsabilidade” disseram os representantes da Polícia Militar e Bombeiros, Major Rozeni e Major Moreira.  


A coordenação está empolgada, o corpo de bombeiros a polícia militar... todos estão bastante empenhados no PROJETO 100 COROINHAS NA CATEDRAL. E desejam que este otimismo também aconteça nos corações dos pais ou responsáveis.

Fonte: Assessoria
Data Postagem: 25/03/2014
PUBLICIDADE