Quarta-Feira, 26 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Formula 1: Hamilton na pole; Massa larga em 13º

Lewis Hamilton fez valer o favoritismo da Mercedes e cravou a pole position para o GP da Malásia, segunda etapa do Mundial da F-1, que será disputado no domingo, às 5h (horário de Brasília).


Hamilton, que largou na frente também no GP da Austrália, há duas semanas, marcou sua melhor volta em 1min59s431 numa sessão disputada sob chuva intermitente. As más condições climáticas, inclusive, fizeram com que o treino tivesse que ser atrasado em 50 minutos para que a chuva desse uma trégua e os carros pudessem ir à pista em Sepang.


Ao seu lado no grid Hamilton terá Sebastian Vettel, que marcou 1min59s486. A outra Mercedes, de Nico Rosberg, ficou com o terceiro posto no grid, logo à frente da Ferrari de Fernando Alonso.


O piloto espanhol, porém, levou um susto durante a sessão, quando foi acertado pelo Toro Rosso de Daniil Kvyat, num incidente que ainda será investigado pelos comissários da FIA.
Daniel Ricciardo, da Red Bull, completou o treino com o quinto posto no grid, seguido pela Ferrari de Kimi Raikkonen.


Nico Hulkenberg colocou a Force India em sétimo, à frente de Kevin Magnussen, da McLaren, Jean-Eric Vergne, da Toro Rosso, e Jenson Button, que fechou o top 10 na Malásia.
Felipe Massa, que sofreu com a chuva durante o treino, se classificou na 13ª posição. Seu companheiro de Williams, Valtteri Bottas, ficou com o 15º lugar. Massa diz que 13º lugar no grid para o GP da Malásia não foi surpresa


Alívio


Depois de conquistar a segunda pole desta temporada, a 33ª de sua carreira na F-1, Lewis Hamilton disse estar aliviado com o resultado conseguido de hoje em Sepang.


"Foi um treino muito complicado e ter ficado com a pole me deixou realmente aliviado porque as coisas começaram a ficar tensas no final. Minha volta esteve longe de ser a ideal, eu deveria ter conseguido tirar um pouco mais do carro, mas por sorte não foi preciso", afirmou o piloto da Mercedes.


"As condições da pista estavam incrivelmente difíceis hoje e teria sido muito fácil ter cometido um erro. Quase no fim do treino estava praticamente impossível ver se tinha alguém atrás de mim", completou.


Apesar de feliz com o resultado, Hamilton sabe que não terá vida fácil amanhã, especialmente porque ele terá Sebastian Vettel ao seu lado no grid da corrida, cuja largada está marcada para as 5h (de Brasília).


"Acho que como time a Mercedes ainda tem o melhor pacote e acredito que sejam os favoritos para a corrida. Mas estou bastante feliz em ver o quanto evoluímos nas últimas semanas e por ver que nosso trabalho foi recompensado", disse Vettel, que, assim como Hamilton, não completou o GP da Austrália.


"Vai ser uma corrida longa e tudo pode acontecer. Acho que temos uma boa chance na corrida, especialmente se chover. Mas aí qualquer um pode acabar errando", completou o piloto da Red Bull, que larga à frente da outra Mercedes, a de Nico Rosberg, o terceiro no grid.

Fonte: G1
Data Postagem: 29/03/2014
PUBLICIDADE