Sexta-Feira, 28 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Salário médio cresce 50,7% em MS, a 5ª maior alta do Brasil

A variação supera as dos demais estados da região Centro-Oeste e é a quinta maior do País

A combinação entre o processo de mudança da matriz econômica, as novas exigências do mercado e a pouca oferta de profissionais qualificados colocou Mato Grosso do Sul entre os estados brasileiros que mais avançaram em rendimento médio dos trabalhadores. O salário médio pago pelas empresas sul-mato-grossenses aumentou 50,7% em cinco anos, de R$ 673,67 em 2009 para R$ 1.015,40 em 2013, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).


A variação supera as dos demais estados da região Centro-Oeste e é a quinta maior do País, segundo matéria de hoje (14) do jornal Correio do Estado. Na avaliação do economista Thales de Souza Campos, vice-presidente do Conselho Regional de Economia (Corecon/MS), o avanço do rendimento médio se relaciona às transformações das atividades em Mato Grosso do Sul. “A matriz econômica do Estado está mudando com a industrialização recente”, observa Campos, explicando que a expansão industrial melhora o nível dos empregos e dos salários pagos.


As necessidades da indústria, entretanto, chocam-se com a qualificação profissional.Conforme a reportagem de Osvaldo Júnior, esse descompasso – aumento do número de vagas, por um lado, e baixa oferta de profissionais capacitados para as novas exigências, por outro – pesa no cálculo do salário médio. “O crescimento da economia mundial neste período (o intervalo considerado no levantamento do Caged), falta de previsão e de qualificação profissional para atender o mercado crescente elevou a demanda por trabalhadores qualificados e experientes”, analisa o economista Áureo Torres, especialista em mercado de trabalho.

Fonte: Correio do Estado
Data Postagem: 14/04/2014
PUBLICIDADE