Segunda-Feira, 24 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Em Dourados, Galvão culpa FFMS por futebol 'apagado' e lembra do Naviraiense

O narrador está hospedado em um hotel da região central da cidade e a previsão é que ele deixe o município amanhã

O narrador esportivo Galvão Bueno que chegou a Dourados na manhã desta sexta-feira (29), onde participará de uma festa de casamento, divulgado em primeira mão pelo Dourados News, conversou com alguns jornalistas durante o almoço em um restaurante da cidade e falou um pouco sobre a atual situação do futebol de Mato Grosso do Sul.


“Lembro que vim a Campo Grande narrar uma partida do Operário [Futebol Clube] que ficou entre os finalistas de um campeonato brasileiro na década de 70 e hoje o Estado não possui nenhum equipe nem na série B” disse Galvão.


Questionado de qual seria a solução, o narrador afirmou que a Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul precisa trabalhar de forma correta para chegar ao que foi no passado.


“A chave de tudo é o trabalho com responsabilidade e profissionalismo, um dia teve equipes disputando importantes campeonatos e pode voltar e retomar esse caminho” afirmou.


Sobre como a visão dos esportistas do eixo Rio-São Paulo sobre o Estado, Galvão disse que é difícil acompanhar equipes que não estão disputando pelo menos a 2ª divisão do campeonato brasileiro.


“O Naviraiense esteve na Copa do Brasil, e durante o tempo participou acompanhamos a equipe, porém além disso, o que mais temos? Isso é um problema com a federação, alguma coisa está errada e precisa mudar” afirmou Galvão.


Durante a entrevista o narrador contou que suas origens são de Mato Grosso do Sul, pois sua mãe nasceu em Ponta Porã e sua avó materna em Corumbá. O narrador está hospedado em um hotel da região central da cidade e a previsão é que ele deixe o município amanhã (30), no voo das 10h45, com destino a Guarulhos, São Paulo.


Galvão Bueno é o principal narrador da Rede Globo de televisão e anunciou, durante a transmissão da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, que se aposentaria após a edição do Mundial no Brasil, no ano que vem.

Fonte: Dourados News
Data Postagem: 29/11/2013
PUBLICIDADE