Segunda-Feira, 24 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Argélia empata com a Rússia e vai para as oitavas pela primeira vez na história

Foto: Divulgação

A Argélia está em festa. O país conseguiu, pela primeira vez em sua história, se classificar para as oitavas de final de uma Copa. A classificação foi confirmada após o empate de 1x1 com a Rússia, hoje (26) em Curitiba. O bom futebol do time africano na primeira fase foi recompensado, após a goleada sobre a Coreia do Sul e a boa partida contra a Bélgica, apesar da derrota.


O início do jogo, no entanto, não adiantava que esse seria o desfecho após 90 minutos. A Rússia já tentou se impor no começo e logo chegou ao gol. Aos cinco minutos, Kombarov cruzou sem ser pressionado pelo defensor e Kokorin subiu livre, cabeceou e colocou a Rússia na frente. Só a vitória interessava aos russos, que, naquele momento, garantiam a passagem para as oitavas de final.


A Argélia esboçou uma reação, mas não conseguia ser eficiente no ataque. Em boa chegada aos 26, Mesbah bate para gol, mas o chute sai fraco, facilitando o trabalho de Akinfeev. Em cobrança de escanteio, no minuto seguinte, Medjani cabeceou no canto superior e o goleiro russo fez uma ótima defesa. O árbitro marcou impedimento no lance, mas assustou o torcedor russo e mostrou que os africanos estavam encontrando os espaços na defesa adversária.


O segundo tempo começou com a Rússia quase marcando o segundo gol. Samedov tabelou com Kokorin e bateu para o gol, mas o goleiro M'Bolhi salvou a Argélia. A partir daí, o jogo mudaria de protagonistas.


Os africanos tentaram entrar na defesa russa pelas laterais. Em jogadas de habilidade de Feghouli e Djabou, os dois laterais russos fizeram faltas perto da área e foram punidos com cartão amarelo. E foi justamente na cobrança da falta em Djabou que a Argélia empatou o jogo. Aos 14 minutos, Brahimi cobrou a falta, jogando a bola dentro da área. O goleiro Akinfeev, até então muito bem no jogo, saiu mal e não achou nada e Slimani cabeceou firme para o fundo do gol.


Aos 24, em uma das melhores subidas ao ataque no segundo tempo, a Rússia chegou bem pela direita com Kerzhakov. O russo bateu forte, cruzado, mas M'Bolhi agarrou firme a bola, sem dar rebote. A Rússia ainda tentou chegar ao segundo gol. Tentativas de furar a defesa e bolas alçadas da área fizeram o torcedor argelino rezar muito nas arquibancadas, mas o sistema defensivo do time africano não sofreu para segurar o resultado.


Os últimos minutos foram de muita apreensão nas arquibancadas. Os minutos duravam horas para os africanos e passavam muito rápido para os russos. Os argelinos, nos últimos lances, tiveram a frieza de manter a bola no ataque, segurar o jogo e cavar faltas, tirando o último fio de esperança dos europeus. Aos 49 minutos, o juiz encerrou o jogo, dando início a uma grande festa no gramado e na torcida argelina. Jogadores deram uma volta olímpica agitando bandeiras do país, como se tivessem conquistado a própria Copa do Mundo.


Com o empate, a Argélia chegou aos quatro pontos no Grupo H e ficou em segundo, atrás da Bélgica, com nove pontos, após a vitória contra a Coreia do Sul, na partida de mesmo horário. Os argelinos vão saber, pela primeira vez na sua história, o que é jogar uma fase de mata-mata de Copa do Mundo. O adversário será a Alemanha, na próxima segunda-feira (30), às 17h, horário de Brasília, em Porto Alegre.


Os russos, depois de não conquistarem a classificação para a Copa de 2010, decepcionam mais uma vez. A boa campanha nas eliminatórias mostrou que a passagem no Brasil poderia ser mais longa, mas o time não correspondeu às expectativas da torcida. A próxima tentativa do time russo será em casa, na Copa de 2018.

Fonte: Agência Brasil
Data Postagem: 27/06/2014
PUBLICIDADE