Segunda-Feira, 24 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Instituto Técnico Federal próximo a realidade em Naviraí

O IFMS está na fase final da tramitação para inicio da construção do prédio, com investimento de quase R$ 9 milhões
Foto: Assessoria

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) está cada vez mais próximo de se tornar realidade no município de Naviraí. Na última semana o prefeito Léo Matos, o vereador Carlos Sanches, gerente de Educação Ciro Toaldo e o de Planejamento e Gestão Cesar Martins Fonceca, se reuniram em Campo Grande com a Pró-Reitora de Ensino e Pós-Graduação do instituto, Marcelina Teruko Fujii Maschio, para definição dos cursos da fase inicial da unidade.


O IFMS está na fase final da tramitação para inicio da construção do prédio, com investimento de quase R$ 9 milhões.  O Campus oferecerá cursos técnicos à distância e presencial e graduações.  Em princípio as aulas serão em uma escola de Naviraí.


 “As obras devem começar em breve, pois já está em processo de licitação”, disse o prefeito Léo Matos após a reunião. De acordo com o gerente de Planejamento, Cesar Martins, as aulas irão acontecer de início, com 120 alunos divididos nos cursos técnicos de: informática, açúcar e álcool e construção civil. “Objetivo é 240 vagas, mas vai depender da demanda de Naviraí e região”, explicou.


O gerente de Educação  Ciro Toaldo, lembra que de início os cursos serão técnicos, mas na sequencia os alunos interessados podem fazer o de nível superior. “Estamos começando a mudar uma realidade de décadas que é a saída dos jovens naviraienses para outras cidades em busca de evolução profissional e acadêmica. Os cursos do Instituto permitirão mais qualificação profissional no mercado de trabalho local”, destacou Ciro.


PRONATEC/IFMS


Além dos cursos diretos oferecidos pelo IFMS, à prefeitura de Naviraí em parceria com o PRONATEC - Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego outros 10 cursos serão oferecidos – Agente Ambiental de Resíduos Sólidos; Assistente de Produção e Cultura; Língua Brasileira de Sinais; Aconselhador em Dependência Química; Agente de Combate às Endemias; Auxiliar Administrativo; Cuidador de Idoso; Recepcionista; Bovinocultor de Leite e Desenhista da Construção Civil. Após início dos cursos o aluno receberá um auxilio de R$ 120. 

Fonte: Assessoria
Data Postagem: 08/07/2014
PUBLICIDADE