Domingo, 30 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Locutor Márcio Alexandre detona ex-campeão e diretor da PBR Adriano Moraes

Depois do episódio, Márcio garantiu que não narra mais etapas da PBR enquanto Adriano Moraes estiver na diretoria dos eventos organizados pela empresa

Não foi apenas o público presente que reprovou e criticou a nova forma de narração de rodeio implantada pela empresa PBR, onde os locutores permanecem sobre um elevado, denominado shark cage, no centro da arena, narrando sem mobilidade alguma, limitando a interação e comprometendo a animação do público.

Na noite de segunda-feira (07), o narrador paranaibense Márcio Alexandre desabafou em rede social e relatou o episódio ocorrido em Paranaíba na última sexta-feira (04), durante o rodeio da 52ª expopar (Exposição Agropecuária de Paranaíba) onde se negou a narrar em cima do shark cage, desceu à arena e foi repreendido em seguida pelo ex-cowboy e campeão de rodeios, hoje diretor da PBR, Adriano Moraes. 

Depois do episódio, Márcio garantiu que não narra mais etapas da PBR enquanto Adriano Moraes estiver na diretoria dos eventos organizados pela empresa. 

“Gostaria de comunicar todas as Prefeituras e Sindicatos Rurais do Brasil, principalmente dos meus dois queridos estados, MS e MT. A partir de hoje eu não aceitarei convites para narrar o rodeio na sua cidade se for etapa da PBR. Nada contra meus amigos competidores e tropeiros, mas sim devido à falta de respeito do novo diretor do campeonato com a minha pessoa”, finalizou. 

Desentendimento

Conforme Márcio Alexandre, após descer e narrar na arena, assim como sempre fez, Moraes ordenou ao cowboy que estava amarrando a corda no touro para a próxima montaria, que desamarrasse, parando o rodeio. Em seguida, o diretor da PBR foi à arena e teria proferido inúmeros xingamentos ao locutor. 

“Parou o evento, veio do meu lado e usou palavras de baixo calão, me xingando, dizendo coisas que tenho vergonha de escrever aqui. Engoli seco, respirei, contei até três e não falei nada, é muita hipocrisia um cara que fala tanto de Deus, falar o que me falou, ridículo a sua falta de bom senso e sua falta de respeito com a minha pessoa, aliás, não somente eu, mas 100% da população acharam um absurdo a sua postura”, desabafou Alexandre.

Depois das supostas ofensas e ameaça de parar o rodeio, enquanto o locutor não acatasse as ordens, o presidente do Sindicato Rural de Paranaíba, Wilberto Amaral, foi à arena e reforçou o pedido a Márcio Alexandre.

“Voltei para o lugar que ele (Adriano Moraes) queria, contrariando a população. Fiz isso porque o presidente entrou na arena e com muito respeito e educação pediu para que eu voltasse, pois caso contrário não teria mais montarias. Aguentei mais duas noites para honrar o meu contrato, mas quero aqui deixar bem claro, que a partir de hoje enquanto esse rapaz estiver na direção desse campeonato, eu me rejeito a narrar, não somente aqui em Paranaíba, mas em qualquer cidade do Brasil”, disparou Márcio.

A revolta do locutor traduz-se na forma de narração, que, segundo ele, é um estilo americano. Márcio sustenta que Adriano Moraes estaria tentando americanizar o rodeio brasileiro com medidas como esta. “Ele não pode obrigar nós narradores a narrar do jeito dele, aqui é Brasil, aqui não é EUA. A nossa cultura é outra, aqui é locutor na arena, interagindo com o povo. O povo carente de brincadeiras e de alegrias, o povo que gosta de modão, o povo que quer ver montarias sim, mas que também quer alegria, é uma pena”, lamentou.

Em seguida, Márcio Alexandre criticou a postura de Adriano “Quer conhecer uma pessoa, dê poder para ela. Um campeão de verdade é idolatrado por todos e quando existe uma enorme rejeição, alguma coisa está acontecendo. Pense nisso campeão, locutor no Brasil tem que ser respeitado sim, você já disse publicamente que não gosta dos locutores brasileiros, que somos palhaços por brincar com o povo e fazer coreografias. Quero te dizer que muitas vezes nos tornamos palhaços por levar a alegria e a emoção para o público, palhaços que fazem as pessoas sorrirem e isso você jamais vai mudar, a começar por mim”, concluiu.

Fonte: Interativo MS
Data Postagem: 09/07/2014
PUBLICIDADE