Quarta-Feira, 26 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

CBF demite Rodrigo Paiva e José Luis Runco

O único a sobrar foi o administrador Guilherme Ribeiro, que organiza a logística da CBF

Depois de "aceitar o pedido de demissão" de Luiz Felipe Scolari e Carlos Alberto Parreira, a CBF demitiu nesta terça-feira o diretor de comunicação Rodrigo Paiva. E também decidiu não trabalhar mais com o médico José Luis Runco, o analista de desempenho Thiago Larghi e outros integrantes da comissão técnica. O único a sobrar foi o administrador Guilherme Ribeiro, que organiza a logística da CBF. Paiva foi avisado da demissão por telefone pelo secretário-geral da entidade, Julio Avelleda. 


 - Foram 12 anos e meio, participei de nove finais com a Seleção. Me deram desafio de organizar a maior cobertura jornalística da história, com mais de 1.200 jornalistas presentes, e tudo funcionou bem. Saio orgulhoso do trabalho feito e agradeço à CBF - disse ao blog.


Paiva não quis fazer comentários específicos sobre José Maria Marin e Marco Polo Del Nero, que tomaram a decisão de demiti-lo. O jornalista havia sido contratado por Ricardo Teixeira, antecessor de Marin.


O médico José Luis Runco, que esteve na Seleção nas últimas quatro Copas do Mundo (de 2002 a 2014) também não vai mais trabalhar para a CBF, decidiram Marin e Del Nero. Por telefone, Runco comentou a decisão:


- Eu não trabalho na CBF, eu sou prestador de serviço. Ninguém me avisou nada. Mas também não tem nenhuma obrigação de me avisar. Não tem absolutamente nada. Não estou chateado, em absoluto. 


 

Fonte: G1
Data Postagem: 15/07/2014
PUBLICIDADE