Segunda-Feira, 24 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Neymar nega Seleção mais séria e diz: "Sempre vai ser brincalhona"

Atacante fala do estilo do grupo, comenta o problema envolvendo Maicon e já projeta o duelo com Lionel Messi no Superclássico das Américas, em outubro
Foto: Divulgação

Menos brincadeiras e mais trabalho. Muitos jornalistas que acompanharam os primeiros treinos do técnico Dunga tinham certeza que sim. Porém, o atacante Neymar tratou de negar que o grupo tenha mudado de atitude após a chegada do novo comandante. Segundo o camisa 10 e capitão da seleção brasileira, nada mudou desde a Copa do Mundo disputada no Brasil.

- Pelo contrário. A nossa equipe sempre vai ser brincalhona. Independentemente do que aconteceu (na Copa), eu serei sempre feliz. Não importa quem está vendo o treino. Essa felicidade você sempre precisa ter no seu trabalho.


Caçado em campo pelos jogadores da Colômbia no amistoso da última sexta-feira, Neymar afirmou que não vai mudar a sua postura. Mas espera que o árbitro americano Edvin Jurisevic fique atento às jogadas violentas dos rivais nesta terça-feira, no amistoso contra o Equador.

- Não tenho que me preocupar com isso. O árbitro é que deve se preocupar. Nas outras partidas, nós tivemos lances que não foram faltas. Um deles poderia ter me machucado. Tive sorte e não me machuquei. O juiz não deu falta, nem cartão. Temos que tomar cuidado. Quando estamos de frente, nós conseguimos nos proteger. Mas o juiz precisa ficar esperto para ficar mais próximo aos lances.

O capitão revelou ainda ter conversado com o lateral-direito Maicon antes dele deixar a concentração, no último domingo. Ainda sobre o caso, o jogador comentou os boatos que começaram a circular na internet envolvendo o jogador do Roma e o volante Elias, do Corinthians.

- Quem tem boca fala o que quer. Já inventaram um monte de coisa sobre a minha vida. Sobre a vida de um monte de gente aqui e não ligamos para isso. Tem muito jornalista mal informado e que acaba colocando matérias que não são verdadeiras e acabam prejudicando a imagem de um ou outro jogador sem saber a verdade. O dia que ele souber a verdade aí ele vai colocar a matéria certa. É melhor ficar quieto – disse o atacante.


Neymar falou ainda da possibilidade de enfrentar Lionel Messi, seu companheiro de Barcelona, no Superclássico das Américas, em Pequim, no dia 11 de outubro.

- Brincamos, conversamos muito no Barcelona. Será mais um jogo entre Brasil e Argentina. Não é porque temos o nome grande que o jogo será somente entre nós dois. O jogo é da Seleção e da Argentina.

O duelo de terça-feira será o quarto de Neymar no MetLife Stadium. Em agosto de 2010, ele fez a sua estreia na Seleção no estádio. Triunfo por 2 a 0 nos Estados Unidos e um gol. Os outros jogos foram os seguintes: Argentina 4 a 3, antes das Olimpíadas de Londres, e o empate por 1 a 1 com a Colômbia, também em 2012.  A arena se tornou uma casa?

- Minha casa é em Barcelona. Aqui é o meu segundo jogo aqui e espero fazer um bom jogo. Espero que o Brasil vença.

Fonte: G1
Data Postagem: 09/09/2014
PUBLICIDADE