Segunda-Feira, 24 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Cruzeiro quer fazer lição de casa na Copa do Brasil diante do Santos

Líder isolado do Brasileirão, Cruzeiro quer 'fazer a lição de casa' na Copa do Brasil para chegar à final
Foto: Divulgação

Líder do Campeonato Brasileiro, com cinco pontos a mais que o segundo colocado, a sete rodadas para o término da competição e com o título do Campeonato Brasileiro cada vez mais próximo, o Cruzeiro tem como objetivo agora encaminhar também o pentacampeonato da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, a Raposa recebe o Santos, às 22h, no Mineirão, pelo duelo de ida, e um triunfo é tido como fundamental.


O técnico Marcelo Oliveira, porém, tem algumas baixas confirmadas para este duelo. O zagueiro Manoel e o atacante Alisson estão entregues ao departamento médico. O atacante Marquinhos já jogou a Copa do Brasil pelo Vitória, e por isso, não pode entrar em campo diante do Peixe. Com dores no tornozelo, o goleiro Fábio chegou a ser poupado de alguns treinos, mas está confirmado na equipe.


Depois de uma exibição ruim contra os catarinenses, o Cruzeiro quer voltar a jogar bem diante do Peixe. Uma das esperanças da Raposa é o armador Everton Ribeiro, que vem sentindo o desgaste pelo excesso de jogos, mas garante que o time celeste vai entrar atento para não ser surpreendido.


"É um sistema de eliminação, então temos que ter atenção a todo momento, tanto na defesa quanto no ataque. É o conjunto que pode fazer a diferença no jogo”, disse Everton Ribeiro, que procura minimizar o cansaço. “A gente sabe que o desgaste é muito grande. Também não só com o nosso time, as outras equipes também sentem. Então, é descansar ao máximo e ir com tudo, porque é um grande jogo e uma semifinal de Copa do Brasil”, declarou.


Pelo lado santista, o clima é de respeito, porém, otimismo. O elenco alvinegro sabe das dificuldades que deve ter contra a Raposa, principalmente no Mineirão, mas chega para o confronto com confiança adquirida e ciente do que precisa fazer em campo.


"Talvez o grande diferencial de uma equipe no Brasil é aquilo que ela consegue fora de casa. Todas as equipes tem uma força enorme dentro dos seus domínios, então, é muito importante que a gente possa pontuar fora de casa. Temos de estar preparados para vencer fora, sofrendo a pressão do adversário, mas sabendo usar bem o que podemos usar, contra-ataque, dar campo para o adversário. A gente tem feito bem isso", explicou o técnico Enderson Moreira.


O time que deve entrar em campo deve sofrer apenas uma alteração do que seria a equipe ideal de Enderson. Com Thiago Ribeiro vetado por problemas estomacais e Geuvânio em função de uma lesão na coxa, Rildo inicia a parte pela ponta direita. Após poupar até seis jogadores para amenizar o desgaste físico do time, o técnico terá força máxima e todos em boas condições. A principal aposta, como não poderia ser diferente, será Robinho.


O craque chegou há apenas dois meses e meio e já pode levar o Santos a uma final e campeonato. Jogando bem, entrosado e um dos líderes do time em campo, Robinho sabe da sua importância para a equipe e chega para o confronto “na ponta dos cacos”.


Na última vez que o Peixe chegou à decisão da Copa do Brasil, Robinho estava em campo e ergueu a taça ao lado de Neymar e Ganso.


Desta vez, porém, a missão deve ser mais complicada. O Cruzeiro é o melhor time do Brasil e chegou a fazer 3 a 0 em cima do alvinegro praiano no primeiro turno do Brasileirão. E mesmo o adversário mineiro vivendo sua pior fase deste o início desta temporada – somou apenas 5 pontos nos últimos 5 jogos – o técnico Enderson Moreira prepara sua equipe contra surpresas e falsas impressões.


"Cruzeiro é um time que, de alguma forma, nos últimos dois anos, na hora que todo mundo espera que ele vá tropeçar, dá uma resposta imediata. Estamos atentos. É um time que sabe o que fazer dentro de campo. O Marcelo (Oliveira) é um grande treinador e já está no clube há três anos. Tem um entrosamento muito interessante. Não só a questão de peças. Independentemente das peças que começam, o time tem uma forma de jogar interessante. Estamos preparados para tentar neutralizar essas ações da equipe mineira", avisou o treinador.


Vale lembrar que Santos e Cruzeiro já se encontraram em uma semifinal de Copa do Brasil. Em 2000, a Raposa venceu o Peixe por 2 a 0 no primeiro jogo, no Mineirão, e garantiu vaga na final ao empatar na Vila Belmiro por 2 a 2.

Fonte: Gazeta Esportiva
Data Postagem: 29/10/2014
PUBLICIDADE