Segunda-Feira, 01 de Maio de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Colheita da soja tem abertura oficial amanhã Alguns produtores do Estado iniciaram a colheita no começo do mês

Nesta terça-feira, dia 27, será aberta oficialmente a colheita de soja em Mato Grosso do Sul na safra 2014/2015. O ato será realizado pela Associação dos Produtores da oleaginosa (Aprosoja-MS), na fazenda Campo Grande, localizada a 17 quilômetros da Capital do Estado, às 14h30.

Alguns produtores do Estado iniciaram a colheita no começo do mês, como, por exemplo, Jânio Pinesso, em São Gabriel do Oeste, e Christiano da Silva Bortolotto, em Amambai.

Os dois produtores de Amambai e São Gabriel do Oeste fizeram a colheita de áreas pequenas cultivadas com variedades precoces. Depois interromperam temporariamente os trabalhados para aguardar a finalização do desenvolvimento das lavouras que sofrem atrasos no plantio. 

A expectativa é que retomem a colheita entre o fim deste mês (janeiro) e a primeira quinzena de fevereiro.

Os atrasos no plantio ocorreram por conta da escassez de chuvas no início do período de semeadura da safra atual. Segundo estimativa da Aprosoja-MS, até o momento apenas 5% das áreas cultivadas com soja neste ciclo, que totalizaram 2,3 milhões de hectares, já foram colhidos.

Na abertura oficial da colheita da safra, a Aprosoja/MS deverá divulgar dados consolidados sobre a expectativa de produtividade, produção, comercialização e perda para o ciclo, com base no levantamento de informações realizado pelos técnicos do Sistema de Informações Geográficas do Agronegócio (Siga), da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado (Famasul) e dos sindicatos rurais.Nesta terça-feira, dia 27, será aberta oficialmente a colheita de soja em Mato Grosso do Sul na safra 2014/2015. O ato será realizado pela Associação dos Produtores da oleaginosa (Aprosoja-MS), na fazenda Campo Grande, localizada a 17 quilômetros da Capital do Estado, às 14h30.

Alguns produtores do Estado iniciaram a colheita no começo do mês, como, por exemplo, Jânio Pinesso, em São Gabriel do Oeste, e Christiano da Silva Bortolotto, em Amambai.

Os dois produtores de Amambai e São Gabriel do Oeste fizeram a colheita de áreas pequenas cultivadas com variedades precoces. Depois interromperam temporariamente os trabalhados para aguardar a finalização do desenvolvimento das lavouras que sofrem atrasos no plantio. 

A expectativa é que retomem a colheita entre o fim deste mês (janeiro) e a primeira quinzena de fevereiro.

Os atrasos no plantio ocorreram por conta da escassez de chuvas no início do período de semeadura da safra atual. Segundo estimativa da Aprosoja-MS, até o momento apenas 5% das áreas cultivadas com soja neste ciclo, que totalizaram 2,3 milhões de hectares, já foram colhidos.

Na abertura oficial da colheita da safra, a Aprosoja/MS deverá divulgar dados consolidados sobre a expectativa de produtividade, produção, comercialização e perda para o ciclo, com base no levantamento de informações realizado pelos técnicos do Sistema de Informações Geográficas do Agronegócio (Siga), da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado (Famasul) e dos sindicatos rurais.

Fonte: Sulnews
Data Postagem: 26/01/2015
PUBLICIDADE