Terca-Feira, 23 de Maio de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Possivel fechamento da usina preocupa Naviraí

O presidente do Sindicato dos Traballhadores nas Indústrias do Açúcar e do Alcool de Naviraí, Altair Custódio, disse que teme pelo fechamento da Usina Naviraí (Usinavi), do grupo Bertin, de Lins São Paulo.

Cheia de dívidas que passam de R$ 200 milhões, a usina teve a desistência da Cargil e a Adecoagro tem intertesse apenas no ativo (não querem o passivo, ou seja, não querem a incorporação da dívida) e o grupo Bertin chegou a cogitar o desmonte da estrutura.

Altair falou que está esperando pela confirmação de uma audiência com o prefeito de Naviraí, Leandro Peres de Matos (Leo Matos) para esta semana, e se possível ainda hoje (extra-oficialmente seria nesta segunda-feira). Eles querem iniciar a discussão do problema e devem imaginar o que poderão fazer. Viagens a Campo Grande, Brasilia e Lins devem ser colocadas em consideração.

As dívidas da usina vem sendo roladas desde os tempos da antiga Coopernavi e o grupo Infinity Bio Energy, que comprou a unidade industrial, chegou a pedir a recuperação judicial. 

A Infinity nasceu em 2006 no "boom" do etanol e era liderada pelo executivo Sérgio Thompson-Flores, que não está mais na companhia. Sua recuperação judicial foi aceita pelos credores em dezembro de 2009 e, em março de 2010, o grupo Bertin comprou 70% das ações da empresa.

A Usinavi tem cerca de três mil trabalhadores, dos quais 1,4 mil ligados ao Sindicato dos Trabalhadores na Usina do Açúcar e do Álccol, produzindo cerca de dois milhoes de sacas de 50 quilos de açúcar e 64 milhões de metros cúbicos de açúcar em cada safra anual. 

Altair quer uma solução para a crise e acredita que o impacto econômico para Naviraí, caso haja o fechamento da usina, "é catastrófico". Ele cita desemprego em massa, diminuição do giro de dinheiro no comércio da cidade e redução de arrecadação de impostos para o município de Naviraí e para o Estado, entre outros impactos.

Fonte: sul news
Data Postagem: 09/02/2015
PUBLICIDADE