Terca-Feira, 23 de Maio de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Em jogo tenso, Corinthians domina São Paulo e leva 1º clássico

Os  gritos de olé ao final da partida representaram bem o que foi o primeiro clássico Corinthians x São Paulo da história da Copa Libertadores da América. Embalados por arquibancadas lotadas na Arena em Itaquera, os comandados de Tite foram superiores durante todo jogo nesta quarta-feira e conseguiram vencer por 2 a 0. Elias, carrasco dos são-paulinos, abriu o placar no começo, e Jadson, ex-tricolor, deu números finais. 


O Corinthians começou dominando as ações da partida. Pressionando na marcação, os donos da casa colocaram em prática o bom entrosamento e por pouco não abriram o placar com menos de um minuto de jogo, com um chute de Fábio Santos que passou por cima do gol defendido por Rogério Ceni. E o volume de jogo inicial não demorou para surtir efeito. Dez minutos depois, após boa troca de passes do setor ofensivo, Elias pegou de primeira e abriu o placar para o Corinthians.


A partir da metade do primeiro tempo, o São Paulo melhorou, conseguiu trabalhar alguns passes no setor ofensivo, mas sentia dificuldade para infiltrar na defesa rival e criar perigo para Cássio.


As equipes voltaram com a mesma postura para a etapa final. O Corinthians com um ritmo forte, muita velocidade e quase conseguindo repetir o feito do primeiro tempo. A diferença é que, desta vez, não balançou as redes nos primeiros dez minutos. Danilo até teve uma oportunidade, mas parou em defesa segura de Rogério Ceni.


Vendo a dificuldade da equipe no sistema ofensivo, Muricy Ramalho sacou Alan Kardec e apostou na entrada do lateral esquerdo Reinaldo, liberando, assim, Michel Bastos no meio-campo. Com a alteração, o São Paulo ganhou na posse de bola, mas deixou espaços atrás e foi pego no contra-ataque. Emerson, com falta, roubou a bola do lateral Bruno e arrancou até servir Jadson dentro da área. O ex-jogador do Morumbi deixou Reinaldo no chão e bateu colocado para fechar o placar.


Com a vitória, o Corinthians começa a fase de grupos como líder do Grupo 2, que ainda terá a partida Danubio x San Lorenzo, nesta quinta, no Uruguai. Na próxima rodada, os comandados de Muricy Ramalho recebem a equipe uruguaia, quarta (25), no Morumbi, enquanto o time alvinegro visita os atuais campeões da Libertadores, apenas no dia 4 de março, na Argentina.


GOLS


Corinthians 1 x 0 São Paulo - 11min do primeiro tempo
Após bela troca de passes no meio-campo, Jadson lançou Elias na grande área. O volante, livre de marcação, pegou de primeira e abriu o placar.


Corinthians 2 x 0 São Paulo - 23min do segundo tempo
Emerson roubou a bola de Bruno com falta, mas o árbitro mandou o jogo seguir. O atacante partiu no contra-ataque e abriu para Jadson. O meia, já na grande área, deixou Reinaldo no chão e chutou rasteiro para ampliar.


Carrasco tricolor
Quando o assunto é partidas contra o rival São Paulo, Elias ainda não sabe o que é perder. Mais do que isso. Além de estar invicto no clássico paulista, o volante ainda aparece como protagonista em várias dessas ocasiões. Em oito jogos, já contando com o desta quarta, o volante soma sete vitórias e um empate, além de seis gols, todos marcador em Rogério Ceni.


Casa cheia
Além da vitória, o Corinthians também conseguiu bater o recorde de público em jogos na Arena. Nesta quarta, 39.026 torcedores lotaram as arquibancadas do estádio localizado em Itaquera, sendo 38.487 pagantes, que geraram uma renda de R$ 3.528.236,00. O maior público pagante da Arena Corinthians até esta partida havia sido contra o Criciúma, pela Série A, em 6 dezembro de 2014. Na ocasião, 38.044 mil corintianos assistiram à vitória dos donos da casa por 2 a 1.


Senhor Libertadores
Jogador brasileiro com maior número de partidas em Copas Libertadores, Rogério Ceni alcançou mais uma marca importante para a carreira. Ao entrar em campo nesta quarta, o são-paulino igualou o ex-goleiro Manga, e agora também é o brasileiro com mais edições da competição continental.


Manga disputou nove Libertadores, divididas entre Botafogo, Nacional de Montevidéu e Inter, somando 73 partidas. Já Ceni, que também possui nove aparições no torneio sul-americano, chegou ao número 83 de jogos na carreira.


Falta de Sheik esquenta redes sociais
O São Paulo se lançava ao ataque, tentava penetrar na defesa do Corinthians, até que EmersonSheik roubou a bola de Bruno com falta, avançou todo campo e serviu Jadson, que deu número finais ao placar.


O problema é que o camisa 11 da equipe alvinegra empurrou o lateral direito tricolor no começo da jogada, falta que o juiz Ricardo Marques Ribeiro ignorou. Nas redes sociais, como não podia ser diferente, torcedores são-paulinos reclamaram muito do lance e foram rebatidos pelos rivais, que assumiram a falta, mas valorizaram o desempenho da equipe durante todo o jogo.

Fonte: correio do estado
Data Postagem: 19/02/2015
PUBLICIDADE