Segunda-Feira, 24 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Rogério Ceni desiste de aposentadoria

A decisão foi comunicada ao presidente Juvenal Juvêncio em reunião no sábado (6) pela manhã e encerrou meses de dúvidas sobre qual seria o futuro do veterano goleiro

Por mais um ano, o torcedor do São Paulo vai chamar seu goleiro de "melhor do Brasil", afirmar que seu capitão é o "Mito" e vibrar com qualquer falta perto da área.


Rogério Ceni, 40, decidiu voltar atrás em seu projeto inicial de se aposentar no fim desta temporada e irá continuar no time do Morumbi em 2014.


A decisão foi comunicada ao presidente Juvenal Juvêncio em reunião no sábado (6) pela manhã e encerrou meses de dúvidas sobre qual seria o futuro do veterano goleiro.


Ceni passou a repensar a data de aposentadoria depois da chegada do técnico Muricy Ramalho, em setembro, e da reação do time que o afastou do risco do rebaixamento no Campeonato Brasileiro.


Entre a diretoria, é consenso que a sequência de bons resultados mudou o humor do ídolo são-paulino e o motivou a jogar por mais um ano, talvez em busca de um último título na carreira - mais um Paulista, outro Brasileiro ou Sul-Americana ou a inédita Copa do Brasil.


Mesmo antes de começar a pensar em desistir da aposentadoria, o goleiro já havia pedido que o planejamento da sua despedida fosse congelado devido à situação ruim vivida pelo time.


Até mesmo a comemoração pela quebra do recorde de jogador do futebol brasileiro com mais partidas por um clube, há duas semanas, foi discreta. E sua 1.117ª partida pelo São Paulo fez com que ele superasse a marca de ninguém menos que Pelé.


Além de Ceni, Muricy também concretizou a sua já esperada renovação na manhã de hoje. O tempo de duração do novo contrato do treinador do São Paulo ainda não havia sido revelado até o começo da tarde de hoje.

Fonte: Correio do Estado
Data Postagem: 08/12/2013
PUBLICIDADE