Domingo, 30 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Conta de luz, gasolina e condomínio ficam mais caros e obrigam o trabalhador a apertar o cinto

O custo de vida do brasileiro voltou a subir. E a última medição do Índice de Preços ao Consumidor Semanal, o IPC-S, apurado pela Fundação Getúlio Vargas, apontou para alta de 1,49 por cento. A única boa notícia veio do grupo vestuário, já que as roupas ficaram mais baratas.


Mas, de resto, o trabalhador não tem o que comemorar. Uma vez que houve alta dos preços de produtos e serviços das áreas de saúde, habitação, comunicação, educação, transporte e alimentação. O destaque negativo ficou por conta da conta de luz, cuja tarifa disparou mais de 13 por cento.


Na sequência, na lista das altas que mais pesaram no bolso, aparecem a gasolina, o condomínio, as refeições em bares e restaurantes e o aluguel. Por outro lado, itens como a batata e o frango ficaram mais baratos.

Fonte: Rádio 2
Data Postagem: 17/03/2015
PUBLICIDADE