Sexta-Feira, 28 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Presos promovem motim em delegacia para reivindicar transferências

Cinco detentos queimaram colchões por volta das 20h de ontem (18)

Presos da cadeia pública de Aparecida do Taboado promoveram motim por volta das 20h de ontem (18), para reivindicar transferências para o presídio da cidade. Colchões foram queimados por cinco detentos de uma das seis celas da unidade prisional e o tumultuo apaziguado por investigadores que estavam no plantão.


Segundo registro policial, o grupo de detentos que deveriam estar na delegacia provisoriamente, mas o mais antigo está desde janeiro deste ano, iniciou o motim com arremessos de colchões em chamas para fora da cela. Eles jogaram roupas e papéis para aumentar o fogo que, possivelmente, foi provocado com isqueiro que usam para acender cigarros.


Em conversa com os presos para saber o motivo do motim, os dois investigadores que estavam no plantão foram informados de que queriam ser transferidos para cumprimento de suas penas em presídios.


“Preferem uma unidade prisional por causa dos benefícios. Aqui eles não podem ter visita íntima, não podem fazer atividades em quadras, como nos presídios”, pontuou um policial.


Os detentos que participaram do motim foram presos pelos mais variados tipos de crimes e têm idades entre 18 e 28 anos. Os cinco foram indiciados pela dano qualificado contra o patrimônio público e motim.  

Fonte: correio do estado
Data Postagem: 19/05/2015
PUBLICIDADE