Segunda-Feira, 24 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Está lançado o movimento naviraiense contra a corrupção

O juiz Eduardo Lacerda Trevisan aconselhou o eleitor a manter a postura ética no período eleitoral

 As açõs do movimento pela ética na política e contra a corrupção será feita junto a escolares, moradores de bairros, entidades organizadas e clubes de serviço -

EDILSON OLIVEIRA
Na noite de ontem, na Câmara Municipal, o juiz Eduardo Trevisan fez o lançamento do Movimento Naviraiense Contra a Corrupção e Pela Ética contra a Corrupão. O ato foi prestigiado pelos promotores de justiça, defensores públicos, presidentes de associações de moradores de bairros, diretores escolares, e de entidades diversas, incluindo o presidente da Associação Comercial - Mário Sakuno, vereadores (incluindo o presidente - Benedito Missias) e estudantes.

Trevisan disse que a sociedade de bem tem que agir contra os corruptos e tem que ter consciência de seus papéis e devem participar da política ou no mínimo se inteirar das ações. Ele lembrou que aqueles que não gostam de política acabam sendo governados ppr aqueles que gostam e declaroiu que os que gostam geralmente, guardadas as raras e boas exceções, "são os piores exemplares que existem entre aqueles que estão no convívio social".

A política, de acordo com Trevisan, "não pode ser um espaço para o reinado daqueles que não deram para a vida e não deram nada na vida e resolvem entrar nela". Ele afirmou que este tipo de gente que entra no lugar de mulheres e homens corretos e honrados.

Trevisam declarou que as pessoas corretas "cedem lugar para estes que não fazem nada e por isto tem o dia todo para calcular como poderão usar para si o dinheiro público por não participar da política, cede espaço para esta mediocridade e para este tipo de gente que não quer nem saber de planejamento para o futuro, pois quetem o ganho imediato".

VOTO CONSCIENTE
O juiz Eduardo Lacerda Trevisan aconselhou o eleitor a manter a postura ética no período eleitoral. "E quando algum candidato oferecer dinheiro ou favores em troco de voto, pegue o dinheiro oferecido pelo corrupto e não vote nele, que Deus vai saber e vai te entender e vai ficar ao seu lado", declarou. 

Ele afirma que para quem vota nele após o oferecimento de dinheiro ou favores, o político diz que já pagou o voto e que por isto não tem compromisso com o eleitor. Por isto, para quem vota consciente não basta só votar, tem que cobrar e exigir o cumprimento dos deveres, dos compromissos e deve ser exigida a ação em proldo bem da coletividade.

CONCURSO, PALESTRAS E DEBATES 
A partir de hoje, às 9h30 e 19h30, começam as palestras do juiz Eduardo Lacerda Trevisan e do defensor público Vandir Zulato Jorge. A primeira das escolas (a que será visitada neste dia) é a escola estadual Presidente Médici.

Os escolares devem participar de um concurso de redação com premiação de R$ 3 mil, e no qual o juiz trabalha para que a premiaççao seja de R$ 5 mil. ~

As ações do movimeto devem durar durante todo este ano e incluem palestras e debates em bairros (com a parceria com as associações de moradores) e nos clubes de serviços e entidades organizadas que representam diversas classes da sociedade civil organizada.

Fonte: sul news navirai
Data Postagem: 21/05/2015
PUBLICIDADE