Segunda-Feira, 24 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Copa de 2002 teve manipulação de resultados de partidas, afirma jornal

Jornal promete revelar escândalo por manipulação de resultados na Copa-2002

O jornal italiano "Corriere dello Sport" traz em sua edição de sexta-feira uma nova informação que promete abalar o mundo do futebol. Ele diz ter conhecimento de um escândalo na Fifa por manipulação de resultados na Copa do Mundo de 2002 - especificamente em favorecimento à Coreia do Sul.


Na ocasião, os coreanos chegaram até a semifinal e eliminaram Portugal (fase de grupos), Itália (oitavas de final) e Espanha (quartas) - em jogos com polêmicas de arbitragem. O país sediou o Mundial junto com o Japão e terminou em quarto lugar.


A derrota por 2 a 1 para Coreia do Sul é lamentada até hoje pelos italianos. Na ocasião, o árbitro equatoriano Byron Moreno anulou um gol claro de Tommasi que daria a classificação à Azzurra - o lance aconteceu na prorrogação, numa época que o gol de ouro fazia parte do regulamento.


A Espanha também reclamou bastante. O árbitro egípcio Gamal Al Ghandour, o ugandês Ali Tomusange e o trindadense Michael Ragoonath, seus auxiliares, anularam dois gols legítimos, um de Fernando Morientes e outro de Iván Helguera, que dariam a vitória e a classificação aos espanhois para a semifinal da Copa. A Coreia do Sul, na época treinada pelo holandês Guus Hiddink, acabou beneficiada e conseguiu sua melhor campanha na história dos Mundiais com a classificação nos pênaltis.

Fonte: a tribuna ms
Data Postagem: 29/05/2015
PUBLICIDADE