Quarta-Feira, 26 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Torcida do Corinthians ameaça invadir vestiário após derrota

Logo após a derrota do Corinthians para o Palmeiras, por 2 a 0, na tarde deste domingo, na Arena do Timão, cerca de 150 torcedores corintianos, a grande maioria da Gaviões da Fiel, principal organizada do clube, se dirigiram até a Radial Leste, local onde os ônibus das delegações que vão jogar no estádio têm acesso e iniciaram protesto contra equipe.

Com batuques e gritos pressionando a diretoria e os jogadores alvinegros, os corintianos foram observados de perto pela Polícia Militar, que não interveio o protesto e apenas observa a cerca de 40 metros de distância, fazendo uma proteção nos portões para evitar invasão aos vestiários.

A torcida entoou cantos como: "Vontade, vontade, vontade... time sem vontade", "Ôôô, ou joga por amor ou joga por terror", "Andrés, aqui não tem burguês". "Cade a transparência, ôôô", "Não é mole não, diretoria está roubando o Coringão". "P..., cade o planejamento, ninguém sabe niguém viu, sumiu" e "Honra a camisa... vagabundo o Corinthians não precisa".

Os apaixonados pelo clube voltaram a protestar nesta temporada. Dois dias depois da eliminação do Timão na Copa Libertadores da América, para o Guarani-PAR, torcedores se dirigiram até o CT alvinegro e pressionaram os jogadores, com batuques, faixas e atirando dinheiro no local.

Os torcedores que atiraram uma latinha e um objeto no campo durante o Dérbi foram identificados e detidos. A ocorrência foi registrada e os dois vão passar pelo Juizado do Torcedor, no próprio estádio. A identidade dos torcedores não foi divulgada, mas a polícia alega que nenhum deles é membro de uniformizadas. Objetos atirados no gramado dão ao mandante enorme chance de perda de mandos de campo.

Fonte: correio do estado
Data Postagem: 01/06/2015
PUBLICIDADE