Segunda-Feira, 01 de Maio de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Habitação define estratégias para o PLHIS nesta quinta-feira

O auditório da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) onde será realizada a audiência pública dessa quinta (12) a partir das 19h

A Prefeitura de Naviraí através do Núcleo de Habitação dá prosseguimento ao Plano Local de Habitação de Interesse Social, o PLHIS, em audiência pública a ser realizada nesta quinta (12) nas dependências do Auditório da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS).


O Plano Local de Habitação de Interesse Social de Naviraí é um planejamento que tem como objetivo apontar caminhos e diretrizes para que ocorra não só uma redução das necessidades habitacionais locais, mas um constante monitoramento das mesmas. O trabalho, que foi iniciado por uma comissão formada no ano de 2011 composta de servidores públicos, representantes de classes, entidades e outros segmentos da sociedade, além de presidentes de bairros e cidadãos naviraiense, já desenvolveu duas etapas. Na primeira foi discutida a metodologia do Plano como responsabilidades de cada envolvido e o levantamento de dados do município. Na segunda, foi feito o diagnóstico do setor habitacional de Naviraí.


O PLHIS atende o setor habitacional das famílias que possuem renda de até cinco salários mínimos, e é uma das exigências do Ministério das Cidades, que capacitam o município a receber recursos do Governo. Membros da comissão consideram essa etapa, uma das mais importantes do Plano, pois nela serão discutidas as estratégias de ação para Naviraí nesse setor.


O auditório da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) onde será realizada a audiência pública dessa quinta (12) a partir das 19h, se localiza a Rua Emílio Mascoli, 275 e está de portas abertas a todo cidadão naviraiense que deseja participar ativamente das decisões e dos rumos de Naviraí para o futuro. A Realização é da Prefeitura Municipal através do seu Núcleo de Habitação em parceria com o Governo Federal e Ministério das Cidades. A organização fica por conta da Somma Projetos Consultoria e apoio da Caixa Econômica Federal.

Fonte: Assessoria
Data Postagem: 11/12/2013
PUBLICIDADE