Terca-Feira, 23 de Maio de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Tigres domina e destrói sonho do tri-campeonato do Internacional na Libertadores

Não deu para o Internacional . Depois de vencer o jogo de ida por 2 a 1, no Beira-Rio, e entrar em campo precisando de um simples empate para se classificar à final da Libertadores após cinco anos, o time colorado sucumbiu à força do bom Tigres, no México. Diante de uma equipe muito qualificada e incentivada por 40 mil fanáticos que lotaram o Estádio Universitário, em Monterrey, os gaúchos tiveram atuação trágica e levaram um verdadeiro baile.


O Inter foi derrotado por 3 a 1 (com direito até a pênalti perdido pelo ex-colorado Rafael Sobis) e deu adeus na semi às chances do tricampeonato continental. Quem vai enfrentar o River Plate na decisão da Libertadores nas próximas duas semanas será o Tigres. Em 16 jogos em casa no torneio, os mexicanos seguem sem derrotas. Ouse desafiá-los!


O Internacional não teve a mínima chance nesta quarta-feira. O Tigres se impôs desde o início da partida e controlou o rival como quis. Dois dos cinco reforços contratados pelos mexicanos somente na parada para a Copa América, Gignac e Jürgen Damm atazanaram a defesa colorada e lideraram a grande atuação dos mandantes.


O jogo do Tigres, comandado pelo técnico brasileiro Ricardo Ferretti, fluiu de maneira muito natural e resultou em dois gols antes mesmo do intervalo. O atacante francês abriu o placar, de cabeça, e Geferson, que defendeu a Seleção Brasileira recentemente, ampliou, ao marcar gol contra bisonho. A infelicidade do defensor aconteceu exatamente no momento em que o Inter tentava se soltar no confronto, apostando principalmente nas finalizações de longa distância.


E você acha que o ritmo mexicano diminuiu depois do intervalo? Coitado... O Tigres continuou em cima do Inter e, antes dos 15min, perdeu um pênalti com Rafael Sobis e fez o terceiro, com Arévalo Rios. O baile que Damm, Gignac, Sobis e Aquino deram na defesa colorada (em especial nos laterais Geferson e William) foi constrangedor. Eduardo Sasha ainda substituiu Nilmar, teve grande chance de cabeça no meio do segundo tempo e deu assistência para Lisandro López diminuir o placar no fim. Mas não teve jeito.


Que lambança que você tá fazendo, garotão?!


A frase acima foi imortalizada por Galvão Bueno, na Copa das Confederações de 2009, durante a exibição da imagem de um jovem se lambuzando com sorvete nas arquibancadas da partida entre Itália e Brasil, na África do Sul. Essa mesma narração, contudo, poderia ilustrar muito bem o que Geferson fez nesta quarta-feira, no México.


O lateral esquerdo colorado, que foi convocado por Dunga para integrar o elenco da Seleção Brasileira na última Copa América, anotou gol contra bisonho na parte final do primeiro tempo. Geferson se enrolou todo ao tentar cortar lançamento longo e, totalmente sem jeito, encobriu Alisson. Foi o segundo gol do Tigres no jogo e a pá de cal nas chances do Inter.

Fonte: fatimanews
Data Postagem: 23/07/2015
PUBLICIDADE