Segunda-Feira, 24 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Pequim é eleita a 2022 e vira 1ª sede "de Verão e Inverno"

Na manhã desta sexta-feira, a capital chinesa derrotou a cidade de Almaty, do Cazaquistão

Os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022 tem casa: Pequim. Na manhã desta sexta-feira (31), a capital chinesa derrotou a cidade de Almaty, do Cazaquistão, por uma diferença de quatro votos em eleição realizada na 128ª Sessão do Comitê Olímpico Internacional (COI), em Kuala Lumpur, na Malásia. O presidente da entidade, o alemão Thomas Bach, foi quem abriu o envelope declarando a vitória de Pequim, que dessa maneira se tornou a primeira cidade da história a organizar os Jogos de Verão (2008) e os de Inverno (2022).


Em sua última apresentação, a candidatura de Pequim ressaltou sua capacidade financeira, a possibilidade de grandes benefícios econômicos e investimentos em infraestrutura. A delegação chinesa transmitiu seus argumentos após a rival Almaty, mostrando-se como uma opção segura, experiente e que estenderia o movimento olímpico de inverno entre centenas de milhões de fãs do país mais populoso do mundo.


 “Com nossas infraestruturas e nossa experiência (Pequim já sediou os Jogos Olímpicos de Verão, em 2008), garantiremos os melhores Jogos possíveis”, declarou o prefeito de Pequim, Wang Anshun, que prometeu grandes quantias em investimentos para impressionar os mais de 100 membros do COI presentes na cerimônia.


Ex-astro da NBA , o chinês Yao Ming, que vestiu a camisa do Houston Rockets, expressou o desejo de assistir às partidas do hóquei sobre o gelo no pavilhão Wukesong, o mesmo que recebeu o torneio olímpico debasquete em 2008. Tanto que em um dos vídeos da candidatura de Pequim, o grandalhão se vestiu de goleiro de hóquei, mostrando ser fã deste esporte invernal.


A polêmica do evento ficou por conta do COI, que tomou a inusitada decisão de repetir a votação ao alegar “interferências” nas urnas em que os membros da entidade deveriam introduzir seu voto eletrônico. Minutos depois da primeira votação, o presidente Thomas Bach foi informado dos problemas nos resultados, de modo que o diretor geral do organismo internacional, Christophe De Kepper, ordenou uma segunda votação, com o sistema tradicional de papéis.


O COI também aproveitou para anunciar que Lausanne, sede do COI, acolherá os Jogos de Inverno da Juventude, em 2020. A cidade suíça, que derrotou a romena Brasov na eleição, receberá o evento pela segunda vez, repetindo o feito de 2012. Os Jogos Olímpicos da Juventude foram criados para promover o espírito esportivo entre os jovens atletas de 14 a 18 anos. Também há uma versão de verão, que ocorrerá em Buenos Aires, em 2018.


 

Fonte: midiamax
Data Postagem: 31/07/2015
PUBLICIDADE