Domingo, 30 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Reféns ficam feridos após assaltos a residências em Naviraí

Duas pessoas foram vitimas de roubo ontem (27) em Naviraí, ao terem suas casas invadidas por um individuo armado com uma faca, ficando reféns do mesmo.


O primeiro caso aconteceu por volta das 11h15m, onde um indivíduo adentrou em uma residência localizada na rua Iugoslava, área central da cidade, e armado com uma arma branca tipo “Faca”, rendeu uma jovem de 22 anos, na área da residência, colocando a arma em seu pescoço exigindo que ela entregasse o parelho celular.


A jovem assustada gritou pedindo ajuda. Sua mãe ao ver o grito da filha, foi até a frente da casa e viu a filha na área sendo ameaçada pelo bandido. O aparelho celular foi entregue para bandido que fugiu em seguida em uma bicicleta tomando rumo ignorado.


O segundo acaso aconteceu por volta das 14h40m, em uma residência localizada no Residencial Ipê. Segundo a vitima uma jovem de 21 anos, ela chegava a sua casa vindo do centro da cidade, quando ao adentrar percebeu que um individuo passou de bicicleta por ela, e seguiu adiante.


A jovem adentrou em sua casa e foi até o quarto, e momento em que contava algumas células de dinheiro, ouviu que alguém teria aberto a porta da sala de sua residência. Ao ver quem seria a jovem foi surpreendida pelo mesmo individuo que teria passado por ela momento antes em uma bicicleta.


Segundo a jovem o indivíduo estava armado com um canivete, e sob ameaça de morte ordenou que ela entregasse a quantia de cerca de R$ 100,00 que estava sobre a cama dela. Após pegar o dinheiro o bandido ainda ameaçou em amarrar a jovens, para que ela não chamasse a policia e se caso chama-se ela ainda a ameaçou dizendo que voltaria e a mataria. A jovem implorou para não ser amarrada, sendo atendida pelo bandido, que mandou ela ficar no quarto e contar até 50 antes de sair de lá. Em seguida ele fugiu em uma bicicleta tomando rumo ignorado. Após sair do quarto a jovem procurou ajuda nos vizinhos e acionou a Policia Militar que realizou diligência porem o autor não foi localizado.


Os dois casos foram registrados no 1º DP (Delegacia de Policia Civil). Em ambos os casos foi usado os mesmos modos operante pelo autor, podendo ser a mesma pessoa que teria cometido os dois crimes. A polícia Civil segue com as investigações no intuito de identificar e prender o autor ou autores dos casos.

Fonte: portal do ms
Data Postagem: 28/08/2015
PUBLICIDADE