Domingo, 23 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

São Paulo encerra sequência invicta de jogos do Grêmio

Com gols de Alexandre Pato e Rogério, o São Paulo venceu o Grêmio por 2 a 1, neste domingo, na arena gaúcha, e encerrou a sequência de oito partidas de invencibilidade dos adversários no Campeonato Brasileiro. Mesmo com o resultado positivo, o Tricolor paulista ficará de fora do G4 por conta da vitória do Flamengo sobre a Chapecoense. Na quinta colocação, os comandados de Juan Carlos Osorio somam 39 pontos e estão a apenas dois do Rubro-Negro carioca. O Grêmio, que segue no terceiro lugar, está com 46 pontos e já se encontra a oito do líder Corinthians.


Os quase 47.000 torcedores gremistas que foram à arena receberam uma notícia ruim antes mesmo do jogo começar. O goleiro Marcelo Grohe, que retornava ao time após servir a Seleção Brasileira, sofreu um torcicolo e se tornou baixa de última hora para o técnico Roger Machado. Bruno Grassi, que era a terceira opção no elenco, foi relacionado para a partida e fez sua estreia com a camisa do Tricolor gaúcho.


Na próxima quinta-feira, o São Paulo retorna ao estádio do Morumbi para jogar contra a Chapecoense. Já o Grêmio terá outro compromisso com uma equipe que briga pelas primeiras posições do Brasileiro. Os gaúchos viajam para enfrentar o Atlético-PR, na quarta, em Curitiba.


O Jogo
Munido de três volantes para conter as descidas do Grêmio, o São Paulo não se acomodou no campo defensivo e protagonizou as melhores chances no início da partida. Aos quatro minutos, Alexandre Pato bateu falta de longe e mandou à esquerda do goleiro Bruno Grassi. Cinco minutos depois, Carlinhos acertou grande passe para Pato durante um contra-ataque. O atacante conseguiu limpar a marcação dentro da área, mas chutou fraco e possibilitou a defesa tranquila de Grassi.


O Grêmio só conseguiu levar perigo aos 17 minutos. Giuliano se livrou da marcação de Bruno no lado esquerdo do ataque e chutou direto para a linha de fundo. Após a finalização, o desempenho dos gaúchos ia crescendo conforme os jogadores apostavam na posse de bola e a faziam rodar próxima à área do São Paulo. A pressão sobre os defensores rivais, no entanto, não foi convertida em chances claras de gol.


Foi o São Paulo que, aos 28 minutos, voltou a atacar com perigo. Carlinhos arriscou de fora da área e obrigou Bruno Grassi a espalmar o tiro para o lado. Aos 33 minutos, o são-paulino Matheus Reis cometeu infração na entrada da área, mas Douglas chutou em cima da barreira. Com a sobra, o São Paulo puxou contra-ataque fulminante e abriu a contagem na Arena do Grêmio. Carlinhos ganhou da defesa e tocou para Pato, que passou fácil pelos zagueiros dentro da área e chutou fora do alcance de Bruno Grassi.


O Grêmio respondeu no minuto seguinte, mas Renan Ribeiro foi decisivo ao impedir a conclusão de Fernandinho. Embora o número de finalizações tenha diminuído nos minutos restantes da etapa inicial, ambas as equipes continuaram encontrando espaços para se aproximar da área. Já no segundo tempo, aos cinco minutos, Luan arriscou o chute para defesa do goleiro são-paulino. Logo em seguida, Carlinhos cabeceou por cima do gol após cobrança de escanteio.


Aos 14 minutos, Carlinhos tinha a opção de acionar Pato pela esquerda, mas preferiu o chute e parou no goleiro Bruno Grassi. Giuliano, no minuto seguinte, tentou oura finalização da entrada da área e também não superou Renan Ribeiro. A fim de cessar qualquer pressão gremista, Juan Carlos Osorio trocou Carlinhos por Rogério, aos 16, e recuou Michel Bastos para povoar o meio-campo. Aos 20, o treinador colombiano apostou na entrada de Wesley no lugar de Breno para melhorar a saída de bola do Tricolor. Já aos 35, Michel Bastos foi sacado para a entrada de Reinaldo.


As mudanças mantiveram o São Paulo com certa superioridade na partida. O Grêmio não conseguiu repetir as boas apresentações das últimas rodadas e foi para o tudo ou nada, terminando o jogo com praticamente quatro atletas atuando como atacantes. A ofensividade que Roger Machado tentou imprimir à equipe gaúcha custou caro. Rogério puxou contra-ataque em velocidade, se livrou dos zagueiros que encontrou pela frente, e balançou as redes de Bruno Grassi aos 45 minutos. Nos acréscimos, Everton aproveitou lapso da defesa tricolor e descontou. O Grêmio, contudo, não encontrou mais tempo para buscar a igualdade e saiu de campo derrotado.


FICHA TÉCNICA 
GRÊMIO 1 X 2 SÃO PAULO


Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS) 
Data: 13 de setembro de 2015, domingo 
Horário: 16 horas (de Brasília) 
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-SC) 
Assistentes: Kléber Lúcio Gil (Fifa-SC) e Carlos Berkenbrock (SC) 
Público: 46.915 
Renda: R$ 1.846.273,00 
Cartões amarelos: Rafael Thyere, Walace, Edinho (Grêmio); Bruno, Matheus Reis, Michel Bastos (São Paulo)


GOLS: 
GRÊMIO: 
SÃO PAULO:
 Alexandre Pato, aos 34 minutos do primeiro tempo, e Rogério, aos 45 minutos do segundo tempo


GRÊMIO: Bruno Grassi; Galhardo, Rafael Thyere, Erazo e Marcelo Oliveira; Edinho, Walace (Pedro Rocha), Giuliano e Douglas (Everton); Fernandinho (Bobô) e Luan 
Técnico: Roger Machado


SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Bruno, Rodrigo Caio, Lucão e Matheus Reis; Breno (Wesley), Thiago Mendes, Carlinhos (Rogério) e Paulo Henrique Ganso; Michel Bastos (Reinaldo) e Alexandre Pato 
Técnico: Juan Carlos Osorio

Fonte: correio do estado
Data Postagem: 13/09/2015
PUBLICIDADE