Sexta-Feira, 28 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Mercadante deve se ater às tarefas da Casa Civil, diz presidente do PT

O presidente do PT, Rui Falcão, disse nessa quinta-feira que o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, deve restringir sua atuação às tarefas típicas da pasta.


Segundo ele, outro ministro poderá ser destacado para o papel de articulação. Falcão elogiou o desempenho de Mercadante no cargo, mas ressaltou que "o que a presidente pode fazer é destacar outros ministros para cuidar das articulações com Congresso".


Falcão defende o nome de Ricardo Berzoini para articulação e se opõe ao da ministra Katia Abreu.


EM BAIXA


O nome de Mercadante no comando da Casa Civil têm sido questionado por Lula, dirigentes do PT, além de empresários e políticos de outros partidos. Eles acreditam que a saída do petista do cargo poderia ser um gesto de que o governo mudará por completo. O ministro, porém, é o fiel escudeiro de Dilma e seu interlocutor mais próximo.


Na semana passada, Dilma negou publicamente que estude mudar a configuração na Casa Civil, mas fez consultas a aliados mais próximos sobre essa possibilidade, conforme a reportagem apurou.


O PMDB, partido do vice-presidente, Michel Temer, também já pediu a saída de Mercadante, justificando não ter bom entendimento com o ministro, que participa da articulação política e é considerado voluntarista e centralizador.


Segundo relatos de interlocutores, a própria presidente avalia que ele falhou nas principais negociações estratégicas no início de seu segundo mandato.


Uma das principais reclamações de aliados de Temer é que as discussões para distribuição de cargos paravam quando chegavam na Casa Civil. Recentemente, a indicação de uma das vice-presidências para a Caixa Econômica Federal gerou atrito entre o vice e Mercadante.

Fonte: correio do estado
Data Postagem: 18/09/2015
PUBLICIDADE