Domingo, 30 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Kardec crê que rodízio foi necessário para suprir ausências

Alan Kardec está disposto a participar do rodízio de jogadores no São Paulo

Prestes a voltar aos gramados, o atacante Alan Kardec acompanhou de fora a discussão em torno do rodízio de jogadores que o técnico Juan Carlos Osorio implementou no São Paulo. O atleta, ciente de que também poderá ser envolvido na constante troca de peças promovida pelo colombiano, crê que a estratégia foi necessária para ampliar as opções que o treinador tinha no elenco. Para Kardec, a rotatividade no plantel ajudou o clube a suprir a ausência dos oito atletas que deixaram o clube desde a chegada de Osorio.


“Sempre trabalhamos por um rendimento melhor. Nem todos os jogadores que saíram eram titulares, só que o Souza e o Denílson formavam a base do meio-campo. Você precisa adaptar os outros para jogar ali, mas pegar ritmo não é fácil”, disse Kardec, em entrevista ao canalSporTV. “[O Osorio] é exaustivo na repetição. É o que faz você aprender a jogar naquela posição, igual aconteceu com o Carlinhos. Muitos não esperavam que ele pudesse atuar como volante e fazer os bons jogos que tem feito”.


O atacante, que no Palmeiras se acostumou a alternar posições com o meia Valdivia durante o decorrer das partidas, se colocou à disposição de Osorio para cumprir funções diferentes quando foi necessário. “Isso dependerá de cada jogo e dos pensamentos que o técnico tem. Mas estou disposto a fazer o que ele precisar dentro das funções que eu conheço”.


Kardec também se mostrou disposto a dialogar com Osorio para encontrar a melhor forma de contribuir dentro de campo. Alexandre Pato, por exemplo, conversou com o treinador e pediu para jogar de forma mais aberta no São Paulo. O pedido, atendido pelo colombiano, é visto como um dos fatores determinantes para sua melhora de rendimento. “Tudo que é feito com respeito é bem-vindo. Acredito que fica melhor para o treinador trabalhar a partir do momento que ele escuta de um atleta onde ele se sente bem. As conversas com os técnicos estão mais transparentes”, opinou.


Há, no entanto, a possibilidade de Kardec nem chegar a trabalhar de forma mais direta com Osorio. O treinador tinha marcada para essa semana uma reunião com dirigentes mexicanos que querem contratá-lo para dirigir a seleção nacional. Caso aceite a proposta, o colombiano teria de interromper sua passagem pelo São Paulo para focar exclusivamente nas Eliminatórias da Concacaf para a Copa do Mundo de 2018. Uma definição por parte do treinador deve ocorrer após o jogo dessa quarta-feira, contra o Vasco, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Fonte: correio do estado
Data Postagem: 01/10/2015
PUBLICIDADE