Terca-Feira, 25 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Dois terroristas entraram na Europa como refugiados, diz Procuradoria

Explosões deixaram 130 mortos e mais de 350 feridos em Paris

Um segundo homem-bomba que se explodiu nos arredores do Stade de France, em Saint-Denis, no último dia 13, também entrou na Europa via um posto de entrada de refugiados na Grécia, disse a Procuradoria de Paris nesta sexta (20).


As explosões de três homens-bomba perto do estádio fizeram parte dos ataques coordenados que deixaram 130 mortos e mais de 350 feridos em Paris.


No início da semana, as autoridades já haviam relatado que um dos homens-bomba do estádio havia passado por um posto de registro de refugiados na ilha de Leros, na Grécia. A identificação foi feita por meio das impressões digitais.


No local da detonação, um passaporte sírio foi encontrado próximo ao seu corpo, com o nome de Ahmad al-Mohammad -não se sabe, contudo, se essa é a sua verdadeira identidade.


Ambos os homens-bomba teriam entrado na Europa no mesmo dia, 3 de outubro, segundo a procuradoria, mas não se sabe se eles utilizaram o mesmo posto de registro.


A identidade deste último a ser identificado não foi divulgada pelas autoridades.


Segundo a agência Reuters, o homem que viajava como Mohammad estaria viajando acompanhado ao menos dois dias depois de chegar ao porto grego de Pireu.


Eles também teriam se registrado ao mesmo tempo na cidade sérvia de Presevo, mas as autoridades do país não mencionaram que os dois estavam viajando juntos.


Os dois se explodiram quase simultaneamente, enquanto um jogo amistoso entre as seleções da França e da Alemanha acontecia no estádio.

Fonte: correio do estado
Data Postagem: 21/11/2015
PUBLICIDADE