Terca-Feira, 23 de Maio de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Leco admite conversar com Lugano. Zagueiro despista sobre retorno ao SP








Despedida de Rogério Ceni (11/12)43 fotos


8 / 43





Lugano ao lado do ex-volante são-paulino Mineiro, autor do gol do título mundial de 2005, em almoço no Morumbi, no dia da despedida de Rogério Ceni Leia mais Rubens Chiri / Divulgação / São Paulo F.C









Cotado para voltar ao São Paulo em 2016, o zagueiro Diego Lugano está no Morumbi para a despedida oficial de Rogério Ceni, nesta sexta (11). O assunto principal com o uruguaio, no entanto, é sobre o seu futuro, o que ele prefere despistar. Se depender da torcida, o jogador virá para o clube, já que ele foi um dos mais ovacionados na festa do goleiro. 


Antes de a bola rolar, perguntado pela reportagem se Lugano havia conversado com o presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, sobre um retorno ao time do Morumbi, o zagueiro adotou tom de brincadeira. "Conversei com o Leco, sim. Dei a mão para ele (risos)", comentou. 


Na apresentação dos jogadores da equipe de 2005, campeã do Mundial e da Libertadores daquele ano, os torcedores são-paulinos presentes no Morumbi ovacionaram o zagueiro. O nome do uruguaio foi um dos mais gritados. Já em campo, ao som de "volta, Lugano", Rogério Ceni deu um abraço apertado no jogador, que ajeitou a faixa de capitão do goleiro. 


Ainda no primeiro tempo, Rogério Ceni deixou o gol para atuar na linha e passou a faixa de capitão para Diego Lugano, aumentando ainda mais rumores de um retorno ao time do Morumbi. 


Ao fim do duelo amistoso, reforçou que seria "falta de respeito" falar sobre sua possível transferência no dia da festa do "Monstro", do "Mito". Mas reforçou: "Tenho contrato de mais um ano e meio com Cerro e temos expectativa de vencer o nacional. Eu sou um pouco da imagem do time lá, tenho todo respeito. Agora é descansar e se reapresentar no Paraguai". 


Na sequência, agradeceu a Ceni pela confraternização e avaliou que o amistoso foi importante para "unir" o São Paulo. 


"Foi uma noite incrível que o Rogério nos fez viver, estamos emocionados de nos reencontrarmos e relembrarmos das histórias. É um dia especial que o São Paulo precisava, voltar a ver o São Paulo unido. O Mito se despediu deixando o melhor legado: união".


Após a partida de despedida, o presidente do São Paulo voltou a ser questionado sobre Lugano e voltou a dar esperanças ao torcedor. "Isso sensibiliza (a torcida). Foi algo que emocionou a todos nos, agora é a etapa que compete a nós de lotar a equipe de pessoas assim que honrem a tradição do São Paulo", comentou ao Fox Sports.


Leco ainda ressaltou que Lugano não precisa estar no Brasil para que seja conversado sobre seu retorno ao São Paulo. "Ele volta amanhã para o Paraguai, ele ainda não decidiu o campeonato lá e está disputando o título, que eu saiba. Mas não depende dele estar aqui, é uma conversa muito fácil, ele convive muito conosco, mesmo à distancia, teremos a oportunidade de conversar e definir algo, saber se está disposto e em que condições, se for possível, vamos estudar", completou o presidente.
 

Fonte: globo.com
Data Postagem: 12/12/2015
PUBLICIDADE