Domingo, 30 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Com torcida no Japão, River estreia em busca de título inédito para Argentina

Equipes do país vizinho não se deram bem nas edições de 2007, 2009 e 2014

Após três derrotas de equipes argentinas desde que o Mundial de Clubes passou a ser disputado no atual formato, o River Plate é o candidato da vez a dar o primeiro título da competição ao país. A estreia no torneio será às 7h30 (horário de Mato Grosso do Sul) desta quarta (16), contra o Sanfrecce Hiroshima, em Osaka.


Boca Juniors, em 2007, Estudiantes, em 2009, e San Lorenzo, no ano passado, perderam nas finais para Milan, Barcelona e Real Madrid, respectivamente.


Considerando a edição de 2000 e aquelas a partir de 2005, o Brasil tem quatro títulos do torneio, à frente da Espanha (três), Itália (dois), Alemanha e Inglaterra (ambas com um).


Uma possível conquista do River Plate seria o coroamento da equipe. Nas duas últimas temporadas, o time faturou o torneio final do Campeonato Argentino e a Copa Sul-Americana, em 2014, além da Libertadores e da Recopa Sul-Americana, em 2015.


Empolgados pelo retrospecto recente, torcedores do clube foram ao Japão. Segundo o jornal "Olé", mais de de oito mil argentino foram ao Japão para acompanhar a equipe.


A expectativa para um provável duelo contra o Barcelona é alta, mas antes será preciso passar pelo Sanfrecce Hiroshima. O atual campeão japonês já derrotou o Auckland City, da Nova Zelândia, e o Mazembe, do Congo, na competição.


Como inspiração, o River tem a vitória sobre o Gamba Osaka na Copa Suruga Bank, torneio entre os campeões da Sul-Americana e da Copa da Liga Japonesa, disputado em agosto.


Se por um lado os argentinos nunca levaram a taça do Mundial, também não passaram vexame com eliminações precoces, diferentemente dos brasileiros. Em 2010, o Inter caiu diante do Mazembe, e em 2013 o Atlético-MG acabou derrotado pelo Raja Casablanca, do Marrocos.

Fonte: correio do estado
Data Postagem: 16/12/2015
PUBLICIDADE