Quinta-Feira, 27 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Após ser campeão na Índia, Elano é detido por agressão

Segundo "Goal.com", brasileiro é escoltado até delegacia por se envolver em confusão

O meia Elano conquistou o título da Superliga Indiana neste domingo, mas o dia não terminou em festa para o brasileiro. Pelo contrário. Segundo veículos da imprensa local, entre eles o site "Goal.com", o brasileiro foi detido, acusado de agressão após a final da competição, vencida pelo Chennaiyin, de Materazzi.


A acusação partiu do dirigente Dattaraj Salgoankar, co-proprietário do Goa, time treinado por Zico e derrotado na decisão deste domingo, e o brasileiro foi citado em três artigos: causar danos voluntariamente, represália injustificada e insulto com a intenção de provocar a ruptura da paz. 


- Salgoankar apresentou formalmente uma queixa e nós o detemos - disse o inspetor da polícia local CL Patil, à imprensa indiana.


O jornal "Indian Times" noticiou que o problema aconteceu durante a comemoração do Chennaiyin ainda no gramado.Com base em relatos de dirigentes do Goa, disse que o brasileiro (que teria se envolvido em situações inusitadas na delegacia, como tirar selfies com policiais locais) se direcionou até os adversários para provocá-los.


De acordo com o "Goal.com", Elano foi levado para uma delegacia no sul de Goa em um veículo particular duas horas após a partida. O advogado do Chennaiyin, Rajeev Gomes, disse que, após o brasileiro prestar depoimento, o juiz estabeleceu fiança, mas nas palavras dele a polícia o deteve ilegalmente, pedindo o seu passaporte.


- A corte ordenou libertá-lo às 1h30 da manhã (horário local - 18h30 de Brasília) e na última hora eles ficaram discutindo se iram libertá-lo ou não. Não há nenhuma condição para que ele tenha que dar seu passaporte e por isso não demos para a polícia. Houve um atraso desnecessário deles. Em crimes afiançáveis, é dever da polícia liberar, mas, por alguma pressão, eles não estavam liberando - disse o advogado, em entrevista ao "Goal.com.

Fonte: correio do estado
Data Postagem: 21/12/2015
PUBLICIDADE