Terca-Feira, 23 de Maio de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Palmeiras tem mescla de juventude e experiência em todos os setores

Time precisa estar bem preparado para enfrentar Libertadores

De um lado, um zagueiro campeão da Libertadores como capitão. Do outro, um defensor que irá disputar a competição pela primeira vez. Essas condições dizem respeito à dupla titular da zaga do Palmeiras e mostram uma das características marcantes do elenco: em todas as posições do time existe a mescla entre jogadores jovens e atletas experientes.


Edu Dracena, por exemplo, tem 33 anos e ergueu a taça da Libertadores em 2011, com o Santos. Um dos oito contratados do Palmeiras para a temporada 2016 estará ao lado de Vitor Hugo, 22 anos, que nunca disputou um jogo fora do país.


O grupo palmeirense ainda conta com mais dois jovem zagueiros, ambos de 20 anos e revelados no clube: Thiago Martins, que retornou de empréstimo após defender o Paysandu no Brasileirão da Série B, e Nathan, que teve poucas chances no ano passado. No gol, Vagner, 27, será reserva de Fernando Prass.


O cenário se repete no meio-campo defensivo. Matheus Sales, 20 anos, disputou a primeira partida da temporada, contra o Libertad, como titular ao lado de Arouca. O experiente volante, apesar de ter 29 anos, já disputou 38 confrontos pela Libertadores e sagrou-se campeão da competição em 2011.


O fato também se aplica aos dois reservas imediatos: Jean, recém-contratado pela diretoria alviverde, pode fazer dupla com Gabriel, um dos destaques do time em 2015. Rodrigo, por sua vez, é outra jovem opção para Marcelo Oliveira.


Na primeira entrevista como jogador do Palmeiras, o volante admitiu que a luta por uma vaga será árdua, mas ressaltou a importância da oportunidade em atuar ao lado de jogadores com bagagem. "A concorrência vai ser grande. Respeito muito o Arouca, o admiro desde pequeno. Espelho melhor não tem", afirmou o jogador de 21 anos.


Esse tipo de disputa também ocorrerá nas laterais. Do lado esquerdo, Zé Roberto, o jogador mais velho do time, e Egídio, 29 anos, terão a sombra de Victor Luis, de 22 anos. Na direita, dois jogadores vindos da base tentarão fazer frente a Lucas: João Pedro e Lucas Taylor.


No meio-campo ofensivo, há dois jogadores com menos de 25 anos: o argentino Allione e Régis, que chegou ao clube nesta temporada. Cleiton Xavier, Fellype Gabriel e Robinho são os mais experientes para o setor.


Já o ataque palmeirense é composto pelas duas últimas revelações do Campeonato Brasileiro. Erik, eleito em 2014, tem apenas 21 anos e disputa vaga com Gabriel Jesus, vencedor do prêmio em 2015. Os atacantes terão a chance de atuar ao lado de Barrios, que completará 32 anos este ano.

Fonte: correio do estado
Data Postagem: 27/01/2016
PUBLICIDADE