Domingo, 23 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Naviraí arrecadou com impostos em janeiro mais de 9 milhões

Do dia primeiro de janeiro até ontem, domingo(31), às 18:30 da tarde o município de Naviraí já havia arrecadado mais de 9 milhões de   reais.  Os dados são do IMPOSTÔMETRO, que este ano completa 11 anos de contribuição.


Para se ter uma idéia do montante do arrecadado somente em janeiro na cidade, o valor correspondente dos tributos arrecadados daria para comprar o correspondente a 7.460 notebooks,ou construir:


- Mais de 8 km de estradas asfaltadas;


-Mais de 97 km de redes de esgotos;


-Mais de 256 casas populares de 40 m2;


-Mais de 31 postos de saúde equipados;


-Adquirir mais de 111 ambulâncias equipadas, entre outros bens, estes sim, de suma importância à população.


Somente por habitante naviraiense, arrecada-se aproximadamente, este janeiro de 2016, algo em torno R$ 1.207,91, ou a bagatela(entre aspas) de 204 reais por MINUTO. As projeções oscilam,mas se mantém na média.


SOBRE O IMPOSTÔMETRO


Criado em 2005 pela parceria entre Associação Comercial de São Paulo – ACSP e Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação – IBPT, o Impostômetro é responsável por registrar os tributos pagos pelos contribuintes brasileiros nas três esferas do governo: federal, estadual e municipal, com a intenção de conscientizar a população sobre o quanto é arrecadado de tributos no Brasil. Ao longo destes 10 anos, o Impostômetro atingiu com sucesso a sua função primordial, que é promover a conscientização a partir da disponibilização de dados públicos, aparecendo constantemente na mídia nacional e internacional. Em comemoração aos seus 10 anos, lançamos a campanha#CadêoRetorno, que tem por objetivo instigar a população a solicitar aos governantes o retorno dos tributos pagos em benefícios à sociedade. A reivindicação será feita, inicialmente, por meio das redes sociais, nas quais ocorrerão diversas ações incentivando a participação dos cidadãos na busca por seus direitos.


METODOLOGIA


 Por Município, é o somatório das Receitas Correntes , incluindo além das arrecadações de tributos municipais (IPTU, ISS, ITBI, Taxas e Previdências Municipais), o montante das transferências constitucionais realizadas pela União e pelo Estado a que pertença o município, bem como outras receitas não-tributárias (receitas patrimoniais, industriais, etc).


No www.issonews.blogspot.com você encontra o painel do impostômetro.


L.R.Giglio/MsRegional

Fonte: ms regional
Data Postagem: 01/02/2016
PUBLICIDADE