Segunda-Feira, 24 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

MP fecha cerco ao futebol com “dinheiro do povo”


Investigação - O município e a Secretaria de Saúde de Coronel Sapucaia, na fronteira com o Paraguai, são alvos de investigação da Promotoria de Justiça de Amambai. A intenção é apurar indícios de ‘diversas irregularidades praticadas por agentes públicos atuantes no serviço público de saúde’.


Cobrança - Entre as ações apuradas existe até uma suposta cobrança por parte de servidores de cirurgia em hospital municipal, além de exames médicos, uso indevido de aparelho de autoclave do local, sumiço de medicamentos e outros materiais de consumo. A utilização indevida de ambulância, ausência de médico plantonista e de médico para acompanhamento “vaga zero” também serão investigados.


Concurso - Após anúncio feito pelo Dourados News sobre o lançamento do edital de concurso público para ocupação de diversos cargos no município de Dourados na sexta-feira, a página oficial da prefeitura na internet literalmente ‘saiu do ar’ por vários momentos tamanha procura de pessoas pela edição suplementar do Diário Oficial onde estava o documento.


Sem sessão - A segunda-feira é de ponto facultativo em diversos órgãos públicos municipais, estaduais e federais por conta do Carnaval. A Câmara de Vereadores de Dourados, que realiza as suas sessões normalmente às segundas, antecipou o evento para a terça-feira passada. Os trabalhos no Legislativo douradense retornam apenas na quinta-feira.



 



 

MPE recomendou que prefeitura de Naviraí não repasse dinheiro para o Naviraiense - Foto: Divulgação/ArquivoMPE recomendou que prefeitura de Naviraí não repasse dinheiro para o Naviraiense - Foto: Divulgação/Arquivo



Futebol - O Naviraiense pode não contar com dinheiro público para ajudar no custeio de sua equipe para a disputa do Campeonato Sul-mato-grossense de Futebol que começou no dia 31 de janeiro. O prefeito de Naviraí, Léo Matos (PSD) e vereadores receberam recomendação do Ministério Público para que não sejam repassados recursos ao clube. A quantia prevista que seria destinada ao time da região Sul, segundo o Ministério Público, é R$ 380 mil. Na quinta-feira, o MPE abriu procedimento preparatório para apurar a legalidade de repasse desses recursos para o Águia Negra, de Rio Brilhante.



 


Prioridade - De acordo com a recomendação, existem outras prioridades ao município que é um dos que decretaram situação de emergência por conta das fortes chuvas registradas na região desde dezembro. Em alguns bairros da cidade, por exemplo, moradores convivem com riscos eminentes.


****Contrário** - Atentos à recomendação por parte do órgão, os vereadores do município votaram contrário ao repasse dos valores durante sessão realizada na quinta-feira.


Comum - Infelizmente, o uso do dinheiro público no futebol é bastante comum em Mato Grosso do Sul. Na ausência de grandes atrações, público e investimentos da iniciativa privada, os clubes do Estado buscam em prefeituras e governo uma forma – errônea, diga-se de passagem – de montar equipes para atuar durante três meses. Logo em seguida, os times são desfeitos e atletas e comissão técnica precisam buscar outros rumos.


Corte - O Senado Federal deve cortar os benefícios recebidos pelo senador sul-mato-grossense Delcídio do Amaral (PT). O parlamentar e ainda líder do governo Dilma Rousseff (PT) está preso desde o dia 25 de novembro por suspeita de tentar atrapalhar as investigações no âmbito da Operação Lava Jato.


R$ 90 mil - Segundo cálculo feito pelo Jornal do Brasil, nos pouco mais de dois meses de prisão, o petista manteve o gabinete em funcionamento e foi contemplado com auxílio-moradia de R$ 5.500 ao mês. Entre dezembro e janeiro, Delcídio embolsou perto de 90 mil reais em salários e auxílio-moradia.


Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com


Fonte: douradosnews
Data Postagem: 08/02/2016
PUBLICIDADE