Domingo, 23 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

NAVIRAÍ: Professores e servidores protestam por reajuste salarial

Pedindo melhores salários, os professores, com o apoio do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Naviraí (SFPMN), paralisaram as atividades na manhã desta segunda-feira (21) e fizeram passeata entre a sede do Sindicato Municipal dos Trabalhadores da Educação (Simted) até a frente da Prefeitura, na praça Euclides Fabris. As aulas perdidas hoje devem ser repostas em um dos sábados das próximas semanas.



Os professores e os servidores públicos municipais (de diversas categorias de trabalhadores) recusaram a contraproposta salarial do prefeito Leandro Peres de Matos (Leo Matos – PSD), que havia aumentado o percentual proposto inicialmente, que era de 9,7% e passou para 11%.


Os professores querem os 11,36% de reajuste para a adequação do piso municipal ao do piso nacional de salário do magistério e mais 20% de regência. As demais classes de trabalhadores querem 15% de reajuste sobre o piso salarial e aumento do benefício do auxílio-alimentação, que hoje é de R$ 150 ou R$ 100, com distinção dos servidores beneficiados pela quantidade da sua remuneração.


Há expectativa de que os representantes do Poder Executivo enviem a lei de reajuste de salários dos professores municipais e servidores públicos municipais, ainda hoje, antes da realização da sessão ordinária da Câmara Municipal de Naviraí, que começa as 19h30.


Há um outro ponto de discórdia. O Poder Executivo Municipal quer manter a data base de primeiro de maio, enquanto os servidores públicos querem pagamento retroativo dos valores reajustáveis à primeiro de janeiro e, se possível, que seja elaborada uma lei para que haja esta mudança de data-base. (Com informações Sul News).

Fonte: folha de navirai
Data Postagem: 22/03/2016
PUBLICIDADE