Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Prejuízo de noite de terror passa dos R$ 130 mil e abala motoristas

Em um dos casos, bandidos jogaram gasolina em corpo de motorista

A noite de atentados em Campo Grande que teve saldo de dois ônibus queimados e um apedrejado rendeu prejuízo de mais de R$ 130 mil ao Consórcio Guaicurus, que administra o transporte público da Capital. A suspeita da polícia é que bandidos tenham agido a mando de detentos, revoltados com treinamento de agentes penitenciários.


Diretor do Consórcio, João Rezende afirma que um dos ônibus queimados, no bairro Aero Rancho, era da Viação Cidade Morena. O ônibus foi fabricado no ano de 2006 e o prejuízo calculado é de R$ 130 mil, tendo em vista que o veículo foi totalmente destruído.


No bairro São Conrado, um ônibus da viação Jaguar foi apedrejado e teve as janelas destruídas. Neste caso, o consórcio estima prejuízo de R$ 2 mil. O terceiro ônibus alvo dos bandidos era de uma igreja, e também ficou destruído.


De acordo com Rezende, mais do que a baixa financeira, a ação dos bandidos gerou impactos psicológicos em motoristas que trabalham em Campo Grande.


“Ontem mesmo os motoristas nos procuraram e estão bem assustados com tudo que aconteceu. Toda a categoria está inquieta e estamos pedindo reunião com a Polícia Militar e o prefeito, para acompanhar as ações e a prevenção que o caso requer”, completa Rezende.


Ainda conforme o consórcio, o ônibus destruído não será motivo de problemas na circulação de linhas no bairro Aero Rancho porque veículo reserva já foi colocado no lugar.

Fonte: correio do estado
Data Postagem: 14/04/2016
PUBLICIDADE