Segunda-Feira, 24 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Gasto com presos federais pode ser alvo de ação em Mato Groso do Sul

Azambuja já encomendou à Procuradoria do Estado ação contra a União

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), estuda pedir à União o ressarcimento das despesas que têm para custodiar os presos que considera “federais”. São detentos oriundos de outras unidades da federação, que cumprem pena no sistema carcerário estadual. A maioria deles é condenada ou está presa preventivamente pela prática do crime de tráfico de drogas. 


A intenção do governador  foi repassada à Procuradoria-Geral do Estado, que já estuda como fará a cobrança. Ainda não há uma estimativa do valor a ser cobrado, mas a informação que existe é de que estes seis mil detentos representam um custo aproximado de R$ 110 milhões por ano aos cofres estaduais. 


Atualmente, a população carcerária de Mato Grosso do Sul é de 14 mil detentos, e aproximadamente 9 mil deles cumprem pena no Complexo Penitenciário de Campo Grande. “Seria uma ação judicial inédita, porque nenhuma outra unidade da federação foi à Justiça para pedir à União este dinheiro de volta”, explicou o procurador-geral do Estado, Adalberto Miranda. 

Fonte: correio do estado
Data Postagem: 01/05/2016
PUBLICIDADE