Segunda-Feira, 24 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Com dois desfalques, Santos perde para time reserva do Atlético-MG

Em jogo entre duas equipes desfalcadas, o Atlético-MG sentiu menos a falta de seus 11 titulares do que o Santos, sem apenas dois, e venceu sua estreia no Campeonato Brasileiro por 1 a 0.


A equipe mineira poupou um time inteiro para o jogo de quarta (18), quando enfrenta o São Paulo pelas quartas de final da Copa Libertadores.


Já o Santos sentiu demais a falta de seus dois principais jogadores, Lucas Lima e Ricardo Oliveira, sacados da equipe por causa de lesões.


O lance decisivo da partida aconteceu logo aos 14 min do primeiro tempo, quando o equatoriano Cazares recebeu lançamento longo do lateral Gabriel e concluiu para a rede.


O Santos não fez boa partida em Belo Horizonte. Sem as duas principais referências ofensivas do time, a equipe pouco criou. Na marcação, especialmente durante os primeiros trinta minutos de jogo, o Santos também encontrou muitas dificuldades para parar o ataque mineiro.


A derrota santista encerra uma sequência de 15 jogos de invencibilidade do time, que se sagrou campeão paulista na semana passada. A última derrota da equipe havia sido no dia 28 de fevereiro, para o Red Bull, pelo próprio Campeonato Paulista.


Na próxima rodada, o Santos recebe o Coritiba, no domingo (22), às 11h (horário de Brasília), mesmo dia e horário em que o Atlético-MG enfrentará o Atlético-PR, em Curitiba.


O JOGO


O Atlético Mineiro começou pressionando muito o Santos. Aos 3 min, o atacante Hyuri, do clube mineiro, já havia chegado com perigo duas vezes na área santista.


Aos 13, o zagueiro Tiago, de cabeça, quase abriu o placar para o Atlético após falta batida pelo equatoriano Cazares, que abriu o placar apenas um minuto depois, após lançamento do lateral Gabriel.


O autor do gol era o destaque do jogo, se movimentando, cobrando faltas e correndo muito. Enquanto isso, o Santos encontrava grandes dificuldades para passar do meio de campo, e sofria para marcar o ataque atleticano.


A equipe santista também demonstrava nervosismo, especialmente com o lateral Victor Ferraz, que se estranhava com Hyuri. O Atlético ainda manteve certa pressão até o final do primeiro tempo, criando algumas boas chances.


Já o segundo tempo foi mais sonolento, com as duas equipes com dificuldades para criar chances claras de gol e um jogo mais truncado no meio de campo.


Apesar da posse de bola maior, o Santos não conseguiu levar grande perigo ao gol de Uilson, o goleiro reserva do Atlético-MG.


FICHA TÉCNICA


ATLÉTICO-MG
Uilson, Gabriel, Edcarlos, Tiago e Carlos César; Lucas Cândido, Eduardo, Carlos Eduardo (Pablo) e Cazares; Hyuri (Yago) e Clayton
T.: Diego Aguirre.


SANTOS
Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato (Maxi Rolón), Vitor Bueno e Ronaldo Mendes (Matheus Nolasco); Paulinho (Serginho) e Gabriel
T.: Dorival Júnior


Estádio: Independência, em Belo Horizonte
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Cartões amarelos: Cazares e Carlos Eduardo (A); David Braz e Gustavo Henrique (S)
Gol: Cazares (A), aos 14 min do 1º tempo

Fonte: correio do estado
Data Postagem: 15/05/2016
PUBLICIDADE