Terca-Feira, 23 de Maio de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Em jogo tenso e com duas viradas, Palmeiras vence Grêmio no Pacaembu

Pressão, discussão e gols. Muitos gols. Em um jogo tenso e eletrizante, o Palmeiras venceu o Grêmio por 4 a 3, na noite desta quinta-feira, no Pacaembu, em partida válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. 


Depois de sair na frente com Gabriel Jesus, o Verdão viu o Tricolor virar o placar com Bressan e Giuliano. Foi aí que a sorte, com Róger Guedes, e a bola aérea dos paulistas, com Vitor Hugo e Thiago Santos, mantiveram os paulistas com 100% de aproveitamento como mandante. Edilson descontou no fim para os visitantes.


O time de Cuca agora soma nove pontos, na quinta colocação da competição nacional. Com a derrota, os gaúchos se mantêm com 10 pontos, deixando a liderança isolada para o rival Internacional, que fechou a rodada com 13.


Na próxima rodada, o Palmeiras viaja para Brasília, onde enfrenta o Flamengo, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, às 16h. No mesmo dia e horário, o Grêmio recebe a Ponte Preta em Porto Alegre.


Primeiro tempo


Uma primeira etapa com muita chuva e pressão no trio de arbitragem. O Palmeiras precisou de um minuto para abrir o placar. Dudu deu lindo passe para Gabriel Jesus, que bateu forte na entrada da grande área. Os gremistas ficaram na bronca e reclamaram de falta no volante Walace em disputa com Moisés, no início da jogada.


Em desvantagem no placar, o Tricolor gaúcho foi para o ataque. Mas, mesmo com mais posse de bola, só conseguiu levar perigo com uma arrancada de Luan. Na última jogada da primeira etapa, os visitantes chegaram ao empate em lance que gerou protesto dos palmeirenses.


Aos 49 minutos, Geromel desviou de cabeça após cruzamento e acertou o travessão. No rebote, Bressan, em posição de impedimento, bateu forte e contou com desvio de Giuliano para igualar o marcador. A decisão do auxiliar revoltou os atletas do Verdão, que reclamaram muito antes de o time descer para o vestiário do Pacaembu.


Depois do intervalo, o Palmeiras voltou modificado. Com Róger Guedes na vaga de Alecsandro, Cuca voltou a apostar em um ataque rápido. Os erros de passe e os buracos na marcação, porém, acabaram prejudicando os donos da casa. Em bom contra-ataque, aos nove minutos, Edilson passou por Moisés na direita e cruzou para Giuliano virar o placar.


O Grêmio não teve tempo nem de explorar o nervosismo do time paulista com o marcador favorável. Dois minutos depois, Róger Guedes contou um pouco com a sorte para, da linha de fundo, conseguir um toque que encobriu Bruno Grassi e fez a festa dos palmeirenses: 2 a 2.


Com mais presença ofensiva, o Palmeiras contou com a bola parada para virar o placar novamente. Aos 27 minutos, Vitor Hugo subiu aproveitou cobrança de escanteio de Dudu e completou de cabeça para fazer o terceiro do Verdão. Aos 38, Dudu chegou a sua terceira assistência na partida, desta vez para Thiago Santos desviar de cabeça e marcar. Nem mesmo o gol de Edilson, nos acréscimos, atrapalhou a festa paulista no Pacaembu.

Fonte: correio do estado
Data Postagem: 03/06/2016
PUBLICIDADE