Domingo, 23 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Paciência prevalece sobre má pontaria e leva Corinthians ao triunfo

Após três vitórias seguidas, defendendo uma invencibilidade de mais de nove meses em Itaquera, e contra um Coritiba na rabeira da tabela, esperava-se uma vitória do Corinthians – mas algo com menos sofrimento do que se viu em Itaquera no último sábado.


E poderia ter sido assim se a pontaria alvinegra estivesse em dia. Foram pelo menos três boas chances de abrir o placar antes de Negueba se mandar em contra-ataque para fazer 1 a 0 para os paranaenses aos 46 minutos do primeiro tempo. Outras tantas oportunidades para marcar no segundo tempo, antes de a pressão finalmente funcionar nos últimos cinco minutos de jogo.


O Corinthians terminou o confronto, válido pela sexta rodada do Brasileiro, com oito chances reais de gol – acertou apenas as duas últimas. Elas valeram a vitória, claro, mas poderia ter sido mais tranquilo.


Tite fez poucas mudanças na equipe após atacar a maratona de jogos recente que fez o time atuar quatro vezes em 11 dias. Colocou Giovanni Augusto no banco e deu chance a Marlone – que não aproveitou e deixou o jogo no intervalo para a entrada do titular. Na zaga, sacou Vilson e escalou o jovem Pedro Henrique, em noite discreta, o que é bom.


Marquinhos Gabriel, pela direita, avançava para o meio para ajudar Guilherme na criação de jogadas. Cristian, no meio, protegia a defesa a permitia que os laterais estivessem quase sempre à frente da linha de meio-campo. Mas o Coritiba se defendia bem, ainda que permitisse algumas oportunidades desperdiçadas pelos corintianos.


A estratégia paranaense era clara: atrair os donos da casa, encaixar um contra-ataque e depois segurar o que desse. Funcionou quando Marlone perdeu uma bola na esquerda e ela caiu com Dodô, que lançou Negueba para ganhar de Fagner na corrida e fazer 1 a 0.

Fonte: correio do estado
Data Postagem: 05/06/2016
PUBLICIDADE