Domingo, 23 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Inter vence América-MG na bola aérea e volta a ser líder

Inter chega aos 16 pontos e torce contra Grêmio e Corinthians

O Internacional voltou à ponta do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (11), na abertura da sétima rodada, o time colorado explorou bem a bola aérea e venceu o América-MG por 3 a 1 no estádio Beira-Rio.


A atuação, contudo, não esteve dentro do padrão do time na temporada. Fulminante no começo, com dois gols marcados em cinco minutos, a equipe de Argel Fucks não foi sólida e contou com Danilo Fernando quando necessário.


Com a vitória, o Inter chega aos 16 pontos e torce contra Grêmio e Corinthians para terminar a rodada como líder isolado. O tricolor encara o Fluminense, ainda neste sábado, e o alvinegro pega o Palmeiras, no domingo.


Na próxima rodada, o Internacional recebe o Atlético-MG e o América-MG visita o Botafogo. O time colorado joga na quinta-feira, às 19h30 (Brasília) e o América-MG um dia antes, às 21h.


AYLON

Substituto de Eduardo Sasha, suspenso, Aylon foi o mais destacado do jogo no Beira-Rio pela efetividade.


O camisa 18 concluiu bem as jogadas de William e Artur, acionados por Fabinho e Fernando Bob, e resolveu a partida cedo. Com os dois gols, ele se tornou artilheiro do Colorado no Brasileirão e vicegoleador do time na temporada superando Vitinho e ficando só atrás de Sasha.


Artur tem um quê de herói e também vilão


ARTUR


O lateral esquerdo deu assistência para o segundo gol do Inter, mas fez partida irregular. Exposto, sofreu com sobreposição em seu setor e mostrou abalo ainda no primeiro tempo.


Na etapa final melhorou, mas levou amarelo e foi sacado antes do final. Foi ele, também, um dos que falharam no gol do América-MG.

COMEÇO


Bola longa, laterais agudos e concentração. Esta é a estrutura que explica o começo arrasador do Internacional. Em cinco minutos, o time gaúcho abriu 2 a 0 com jogadas quase idênticas, mas parou. A vantagem, que em toda a temporada sempre foi aliada para o estilo de jogo do time colorado, criou problemas.


Sem conseguir ter a posse e nem sendo capaz de realizar uma boa contenção, talvez por conta das mudanças na equipe (suspensão e opção técnica), os donos da casa sofreram. Foram acossados com inúmeras desvantagens numéricas pelos lados.


No segundo tempo, o cenário mudou após a saída de Alex e entrada de Anderson. Com mais posse, o Inter criou. Teve infiltração e conseguiu a falta no lado da área que resultou no terceiro gol. O gol de Ernando, de cabeça. Ainda deu tempo de Vitinho acertar a trave.
 


AMÉRICA-MG


O time mineiro demorou para entrar no jogo e quando entrou, mudou tudo. Mesmo atrás do placar, o time de Belo Horizonte foi ofensivo. Tentou propor. A postura deu tilt nos planos do adversário, que passou a ter problemas para ficar com a bola e deixou espaços. Borges, Osman e Eduardo levaram o time visitante à frente.


ARGEL


Argel Fucks tirou Andrigo e botou Alex, por opção técnica, e viu seu time não fazer o que melhor faz. Sem recompor rápido, o Inter sofreu com o América-MG. A tentativa de fazer diferente foi abolida no segundo tempo, quando Anderson entrou na vaga do camisa 12.


Foi justamente no período que o Colorado melhorou e conseguiu chegar ao terceiro gol. Também na etapa final houve outra troca, mas sem substituições. Aylon foi recuado e Vitinho virou referência.


SERGIO VIEIRA

Sergio Vieira estreou mostrando repertório. O treinador não ficou atordoado com o começo e foi além. Mudou a maneira do América-MG jogar. Abriu meias para forçar a jogada em cima dos laterais do Inter, impedindo o avanço deles e explorando um meio-campo diferente do Colorado. Adotou a marcação alta e investiu em cruzamentos para Borges.


HOMENAGEM

No primeiro e no segundo tempo, o torcedor do Inter levantou e bateu palmas para Fernandão. Foi quando o cronômetro passou pelo nove, em alusão ao número do ex-atacante. Vítima de acidente aéreo em junho de 2014, o antigo capitão já havia sido homenageado assim na temporada passada. Foi em jogo contra o Coritiba.


INTERNACIONAL

Danilo Fernandes; William, Alan Costa, Ernando e Artur (Geferson); Fernando Bob, Fabinho, Alex (Anderson), Gustavo Ferrareis (Rodrigo Dourado) e Vitinho; Aylon
T.: Argel Fucks
 


AMÉRICA-MG

João Ricardo; Hélder, Arthur, Adalberto e Danilo Barcelos; Juninho, Leandro Guerreiro (Bruno Sávio), Ernandes (Tiago Luís) e Eduardo (Alan Mineiro); Borges e Osman
T.: Sérgio Vieira
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (ambos de SP)
Cartões amarelos: Fernando Bob, Artur (I); Leandro Guerreiro, Helder (A)
Gols: Aylon, aos dois e aos 5 min do primeiro tempo; Adalberto, aos 19 min do primeiro tempo. Ernando, aos 29 min do segundo tempo

Fonte: correio do estado
Data Postagem: 12/06/2016
PUBLICIDADE