Segunda-Feira, 24 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Chile goleia o México por 7 a 0 e vai à semifinal da Copa América

Atual campeão da Copa América, o Chile deu mais um passo rumo à defesa do título em grande estilo neste sábado (19). Liderado pela atuação de gala de Eduardo Vargas, autor de quatro gols, avançou para a semifinal com uma goleada de 7 a 0 sobre o México.


Puch marcou dois e Alexis Sanchez fez outro para os chilenos, que saíram de campo com um problema considerável, apesar da vitória tranquila.


Isso porque Arturo Vidal tomou cartão amarelo e está suspenso. Será um desfalque importante para a partida contra a Colômbia, que acontecerá na quarta-feira (22). 


Os motivos pelos quais Vargas foi um dos grandes personagens da partida são óbvios. Afinal de contas, não é todo dia que alguém faz quatro gols em um mesmo jogo.


A boa noção de posicionamento o levou a ter uma das suas melhores atuações da carreira. Mas também é justo destacar a atuação de Alexis Sanchez, muito importante para quebrar a marcação mexicana, abrir espaços no meio dela e facilitar a vida dos companheiros.


O atacante do Arsenal fez um gol e deu passe para outros dois. Isso sem contar que foi um chute dele que levou ao rebote que resultou no terceiro gol de Vargas.


É difícil apontar um único responsável pelo fiasco mexicano, mas foi nítido o quanto o meio de campo foi dominado e o quanto isso favoreceu as ações ofensivas do Chile.


O time teve posse de bola de 40% e abusou dos erros de passe nos momentos em que teve a bola nos pés. Isso gerou um número alto de desarmes do adversário, o que levou a boas oportunidades de se atacar com maior facilidade.


Atual campeão da Copa América, o Chile deu mais um passo rumo à defesa do título em grande estilo neste sábado (19). Liderado pela atuação de gala de Eduardo Vargas, autor de quatro gols, avançou para a semifinal com uma goleada de 7 a 0 sobre o México.


Puch marcou dois e Alexis Sanchez fez outro para os chilenos, que saíram de campo com um problema considerável, apesar da vitória tranquila.


Isso porque Arturo Vidal tomou cartão amarelo e está suspenso. Será um desfalque importante para a partida contra a Colômbia, que acontecerá na quarta-feira (22). 


Os motivos pelos quais Vargas foi um dos grandes personagens da partida são óbvios. Afinal de contas, não é todo dia que alguém faz quatro gols em um mesmo jogo.


A boa noção de posicionamento o levou a ter uma das suas melhores atuações da carreira. Mas também é justo destacar a atuação de Alexis Sanchez, muito importante para quebrar a marcação mexicana, abrir espaços no meio dela e facilitar a vida dos companheiros.


O atacante do Arsenal fez um gol e deu passe para outros dois. Isso sem contar que foi um chute dele que levou ao rebote que resultou no terceiro gol de Vargas.


É difícil apontar um único responsável pelo fiasco mexicano, mas foi nítido o quanto o meio de campo foi dominado e o quanto isso favoreceu as ações ofensivas do Chile.


O time teve posse de bola de 40% e abusou dos erros de passe nos momentos em que teve a bola nos pés. Isso gerou um número alto de desarmes do adversário, o que levou a boas oportunidades de se atacar com maior facilidade.

Fonte: correio do estado
Data Postagem: 19/06/2016
PUBLICIDADE