Sexta-Feira, 28 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Cene desiste da Série B e pede afastamento

ROGÉRIO VIDMANTAS


O Cene, seis vezes campeão estadual e rebaixado para a segunda divisão do futebol sul-mato-grossense em 2015, segue mesmo fora do futebol profissional. A diretoria do clube havia manifestado o desejo de disputar a Série B do Campeonato Estadual esse ano, mas na última semana, voltou atrás e já protocolou na Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) o pedido de afastamento da competição.


A informação foi passada diretamente pelo presidente da Federação, Francisco Cezário, em entrevista para o programa Difusora Esporte Clube. De acordo com ele, o comunicado foi entregue pessoalmente pelo presidente do Cene, José Rodrigues. "Ele nos passou que o time não teria condições financeiras de disputar a Série B, já que patrocinadores que iriam ajudar na disputa não confirmaram o apoio", disse.


A saída do Cene não muda muita coisa no campeonato já definido. O time amarelo estava no Grupo B, que seguirá com os restantes Moreninhas, União/ABC e Coxim.


No Grupo A estão Ubiratan, Maracaju e Urso de Mundo Novo. Eles jogam entre sí dentro das chaves em turno e returno e os dois melhores avançam para a fase semifinal, com confrontos eliminatórios em ida e volta para definir os finalistas e, consequentemente, donos das vagas na Série A em 2017.


De acordo com o coordenador de competições e vice presidente da Federação, Marcos Tavares, o Cene poderá retornar ao futebol profissional em 2017 se assim a diretoria decidir. "A diretoria do Cene comunicou a Federação da desistência dentro do prazo legal para se tomar essa decisão e não sofrerá nenhum tipo de punição. Se outros clubes seguirem o mesmo caminho à partir de agora, ficam dois anos suspensos", explicou.


A Segundona começa no dia 15 de novembro com dois jogos. Em estádio ainda indefinido, o Coxim enfrenta o time da Moreninhas e no estádio Douradão jogam Ubiratan x Urso. A decisão está marcada para o dia 18 de dezembro.

Fonte: sul news
Data Postagem: 04/10/2016
PUBLICIDADE