Sexta-Feira, 28 de Abril de 2017 | E-mail para contato: contato@nvnoticias.com.br

Corinthians perde para o Cruzeiro e é eliminado de novo no Mineirão

esta vez, Mano Menezes estava do outro lado. Para o torcedor alvinegro, no entanto, o sentimento foi o mesmo. Como aconteceu em 2014, o Corinthians levou quatro gols no Mineirão e foi eliminado nas quartas de final da Copa do Brasil.


Derrubado pelo Atlético-MG há dois anos, o Corinthians agora caiu diante do Cruzeiro. Depois de perder por 2 a 1 em São Paulo, a equipe celeste venceu por 4 a 2 em Belo Horizonte e avançou.


O início do jogo foi da equipe mineira. O time da casa apertou a saída do Corinthians, impediu que o adversário trocasse passes e se estabeleceu rapidamente no ataque.


A contusão precoce de Rafinha não atrapalhou, pois Arrascaeta entrou bem. E participou do gol que abriu o placar, aos 13min, em um dos lances nos quais foi necessário um chutão -mal executado por Fagner. A bola passou por Arrascaeta e chegou a Ábila, que marcou.


O gol fez mal ao Cruzeiro. O Corinthians ganhou campo e passou a controlar a posse de bola. Trocando passes com tranquilidade, a equipe trabalhou a bola até chegar ao empate. Aos 35min, Rodriguinho avançou bem, recebeu cruzamento de Uendel e foi à rede de cabeça.


Terminado o primeiro tempo -no qual os donos da casa ainda desperdiçaram um ótimo contra-ataque-, o segundo começou equilibrado. Não havia a pressão inicial da formação celeste nem o domínio alvinegro da posse visto anteriormente.


Esse equilíbrio poderia ter sido desfeito por Guilherme, que desperdiçou rebote. Do outro lado, logo na sequência, Balbuena vacilou, e o juiz viu pênalti de Pedro Henrique, muito questionado pelos corintianos.
Ábila converteu a cobrança, aos 13min, e o Mineirão explodiu. Três minutos depois, Bruno Rodrigo subiu livre em escanteio e marcou o terceiro do time de Mano.



Marlone e Lucca foram acionados, sem sucesso. Aos 38min, em outra infração questionada pelos alvinegros, Uendel foi inocente na jogada ensaiada. Livre na área, Arrascaeta marcou. Última aposta, Rildo descontou, aos 40min, mas não evitou nova eliminação no Mineirão.

Fonte: correiodoestado
Data Postagem: 20/10/2016
PUBLICIDADE